Vasco

Vasco

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

CALENDÁRIO DA COLINA - FEVEREIRO, 23

Destaque na data: goleada, por 6 x 1, sobre o Comercial, de Campo Grande-MS, na estreia vascaína, na Colina, na Copa do Brasil-2011. Fellipe Bastos, aos 2; Marcel, aos 16 (pênalti), e aos 24, e Jéferson, aos 45 minutos do primeiro tempo; Éder Luís, aos 15, e Rômulo, aos 21 minutos do segundo tempo, marcaram os gols. O árbitro foi Antônio Denival de Moraes (PR) e o time teve: Fernando Prass; Fagner, Dedé, Anderson Martins e Ramon (Márcio Careca); Rômulo (Eduardo Costa), Fellipe Bastos, Felipe (Bernardo) e Jéferson; Marcel e Éder Luís. Técnico: Ricardo Gomes.
No segundo destaque dos 23 de fevereiro, o terreiro era o do "Galo" e o Vasco o fez ciscar pra trás. Mandou-lhe 4 x 0 na crista, pela primeira fase do Campeonato Brasileiro de 1992, no Mineirão, em Belo Horizonte, na presença de 15.145 pagantes. José Mocelim-RS apitou a pugna, que teve os gols da rapaziada marcados por Bismarck, aos 13 minutos do primeiro temo; Bebeto, aos 2, e Edmundo, aos 10 e aos 37 da etapa final. Nelsinho Rosa era o comandante da patota, que era: Régis; Luís Carlos Winck, Jorge Luís, Alexandre Torres e Eduardo; Luisinho, Geovani e William; Edmundo, Bebeto e Bismarck.
Quatro anos antes, em 23 de fevereiro de 1986, a pauleira foi pra cima do Mesquita, pela segunda rodada da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro: 3 x 0, em um domingo, em São Januário. Roberto Dinamite, aos 17 e aos 34 minutos do primeiro tempo, e Gersinho, aos 37 do segundo, explodiram o visitante, a mando do "Delegado" Antônio Lopes, o treinador da rapaziada. Apitado por Aluísio Felisberto de Carvalho, o encontro foi prestigiado por 9.471 pagantes. O Vasco do dia foi: Acácio; Paulo Roberto, Donato, Moroni e Lira; Vitor, Mazinho e Gersinho: Mauricinho, Roberto Dinamite e Romário.
MAURO MIL - Em 23 de fevereiro, pelo Torneio Rio-São Paulo-2000, o zagueiro Mauro Galvão atingiu a marca de mil jogos. Foi na partida em que o Vasco venceu o São Paulo, por 2 x 1, com dois gols de Romário, aos 8  minutos do primeiro tempo e aos 41 do segundo, em uma quarta-feira, em São Januário, perante 7.750 pagantes. O jogo valeu pelas semifinais da competição e  foi apitado por Romildo Corrêa (SP). Para atingir a marca, o capitão vascaíno havia atuado, antes, por Internacional-RS, Bangu, Botafogo e Seleção Brasileira.  O seu time do "Jogo1000" foi:  Helton; Jorginho (Maricá), Odvan, Mauro Galvão e Gilberto;  Válber, Felipe (Alex Oliveira), Amaral e Paulo Miranda (Rogério); Viola e Romário. Técnico: Antônio Lopes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário