Vasco

Vasco

sábado, 7 de novembro de 2015

CALENDÁRI DA COLINA - 7 DE NOVEMBRO


Em 7 de novembro de 2009, o Vasco garantiu retorno à Série A do Campeonato Brasileiro de Futebol,  rebaixado que fora à Série B, em 2008. Faltavam quatro rodadas para o término da competição, quando conquistou o título da Segundona, vencendo o gaúcho Juventude, de Caxias do Sul. Digamos que havíamos assistido aquele filme em 5 de novembro de 1922, quando os então chamados "Camisas Pretas" subiram à elite do futebol carioca, como campeões da Segunda Divisão-RJ. Vejamos mais:

 
VASCO 3 X 1 SANTOS - Amistoso disputado em São Januário, em 1936, sob arbitragem de Virgílio Fredighi.  Vitória de virada, com Lauro, Meira (contra) e Nena batendo na rede para este time do dia: Joel, Poroto e Osvaldo; Oscrino, Chiquinho e Marcelino; Peres (Calocero), Orlando, Jaci, Lauro e Nena (Lima). Foi uma revanche muito esperada pelos vascaínos, que haviam sido batidos (3 x 5), pelos os santistas, no jogo de inauguração do estádio cruzmaltino, em 21 de abril de 1927, durante grande festa que contou até com a presença do presidente da república, Washington Luís.   

VASCO 2 X 1 JUVENTUDE-RS - Glória de uma tarde de sábado, no Maracanã, ao som do apito de Nielson Pereira Dias-PE, com público de 81.904 (78.609 pagantes) e renda de R$ 1 milhão, 157 mil, 286 reais. Adriano, aos 28 minutos do primeiro tempo, e Carlos Alberto, aos 24 do segundo, balançaram as redes dos visitantes. Dorival Júnior era o treinador cruzmaltino e os seus campeões foram: Fernando Prass; Paulo Sérgio, Titi, Fernando e Ramon; Nílton, Souza (Alex Teixeira), Allan e Carlos Alberto (Magno); Adriano e Elton (Aloísio).

VASCO 2 X 1 SÃO CRISTÓVÃO - O Estadual-1991 marcou o pega 111 com o "Santo", por esta disputa. Rolou em  uma quinta-feira, em São Januário, valendo pelo segundo turno, a Taça Rio.  Treinado por Antônio Lopes, a “Turma da Colina” abriu o placar, aos 7 minutos do primeiro tempo, por intermédio do zagueiro Alexandre Torres, filho do capitão do tri da Seleção Brasileira de 1970, Carlos Alberto Torres. Bebeto, aos 30, ainda da primeira etapa, fez o outro deste time: Carlos Germano; Dedé, Jorge Luís, Alexandre Torres e Cássio; França (Luisinho), Bismarck e Geovani Macula); William, Sorato e Bebeto.  O juiz foi João José Loureira e público e renda não foram divulgados. O São Cristóvão é um tradicional freguês fos vascaínos. No total, já se pegaram por 136 vezes, com 91 vitórias cruzmaltinas (66,91%) e 25 empates, tendo a rapaziada marcado 350 gols, à média de 2,57 por partida.

Acrescentar na VASCODATA 7 de novembro: Vasco 1 x 1 Fluminense, em 1938; Vasco 1 x 1 São Paulo, em 1970; Vasco 1 x 1 Juventude, em 1997


Nenhum comentário:

Postar um comentário