Vasco

Vasco

domingo, 29 de novembro de 2015

CALENDÁRIO DA COLINA - NOVEMBRO, 29

  Esta data é fera. Nos 29 de novembro, duas vitórias sobre o maior rival, o Flamengo, e mais uma sobre outra barra pesada, o Fluminense. De quebra, uma passada por cima, também, da Portuguesa de Desportos.

VASCO 2 X  0 FLAMENGO - Aconteceu em 1981, no Maracanã, com Roberto Dinamite roubando a cena, diante de 80.908 pagantes e explodiu duas bombas nas asas do "Urubu", pela temporada oficial do Rio de Janeiro, a sob o apito de Alvimar Gaspar dos Reis-MG. Por aquela época, Antônio Lopes comandava a rapaziada de São Januário, que traçou os rubro-negros às custas de: Mazaropi, Rosemiro, Ivan, João Luiz, Serginho, Dudu, Marquinho, Amauri (Ricardo), Wilsinho (Wilsinho), Roberto Dinamite e Silvinho        

VASCO 1 X 0 FLUMINENSE – O raio caiu na cabeça do um outro tradicional adversário carioca, também, no 29 de novembro de 1992. Valeu pela pela Taça Rio, o segundo turno do Estadual, em um domingo, em São Januário, com público de 9.193. Antônio Gomes de Oliveira foi o apitador e Bismarck o goleador, aos cinco minutos do segundo tempo.  Joel Santana escalou este esquadrão: Carlos Germano; Luis Carlos Winck, Jorge Luís, Tinho e Eduardo; Luisinho, Leandro Ávila, Bismarck e Carlos Alberto Dias (Alê); Edmundo e Roberto Dinamite (Geovani).
 
VASCO 1 X 0 FLAMENGO -  Já que havia batido no maior rival, em um domingo, porque não repetir a dose em uma segunda-feira? Foi o que a rapaziada fez no 29 de novembro de 1993, também, pelo Estadual-RJ. Daquela vez, foi mais piedoso, com um golzinho só, marcado por Júnior, aos 37 minutos do primeiro tempo. A refrega deu-se em Moça Bonita, pela fase final da Copa Rio de Janeiro, mas com apenas 729 testemunhas. Sérgio Cristiano do Nascimento apitou e Alcir Portella era o treinador deste time: Caetano; Pimentel, Jorge Luís, Alexandre Torres e Ayupe; Leandro Ávila, França, Yan (Sídnei), Gian, Júnior e Jardel (Hernande).

VASCO 1 X 0 PARANÁ -  Neste, que foi o jogo 4.307  da bola cruzmaltina,  registrou-se o menor público da história do Campeonato Brasileiro. Disputado na terça-feira em 29 de novembro de 1994, em São Januário,  teve apenas  71 "testemunhas" e renda que nem deu para pagar o valor das bolas usadas na partida, R$ 446,00.  Paulo César Gomes-ES apitou, Jardel marcou o gol  e o treinador Sebastião Lazaroni escalou: Caetano: Cláudio Gomes, Sidnei, Torres e Cássio; Leandro Ávila, Fabrício, Júnior (Tinho) e Gian; Hernande e Jardel.  

VASCO 3 X 1 PORTUGUESA-SP -  A Lusa “dançou o vira” no Morumbi, em um sábado, durante a segunda fase do Brasileirão-1997. Sidrack Marinho dos Santos-SE foi o árbitro e a "Turma da Colina", treinada por Antônio Lopes, era: Márcio, Válber, Odvan, Mauro Galvão, Felipe, Nélson (Fabrício Eduardo), Nasa, Juninho Pernambucano, Ramón (Pedrinho), Edmundo, Evair (Alex Pinho). Os gols foram marcados por Evair, aos 16, e Ramón, aos 37 minutos do primeiro tempo, e por Branco (contra),  aos 43 do segundo. 


VASCOP 1 X 0 FIGUEIRNSE -  Em .2003

Nenhum comentário:

Postar um comentário