Vasco

Vasco

domingo, 27 de dezembro de 2015

CALENDÁRIO DA COLINA - DEZEMBRO, 27

Thomaz Soares da Silva, um cidadão nascido em 14 de setembro de 1921, em São Gonçalo-RJ – viveu até 8 de fevereiro de 2002 – e que seria, hoje, digamos, meia-atacante, tornara-se o maior craque do futebol brasileiro, a partir da década-40. Um dos seus maiores amigos era o goleador vascaíno Ademir Marques de Menezes.
Chamado de “Mestre Ziza”, pelo o jornalista italiano Girdano Fatori, da Gazzeta dello Esporte, durante a Copa do Mundo de 1950, Zizinho tinha um grande desejo: voltar a atuar, um dia, ao lado do amigo Ademir. Ele defendia o Bangu, quando, ao final de 1955, dois times argentinos – Independiente e Racing – vieram ao Rio de Janeiro, disputar o Torneio do Atlântico, contra Vasco e Flamengo. Foi então que os cruzmaltinos atenderam ao desejo do “Mestre”. Cavalheirescamente, o Bangu o emprestou, e Zizinho pôde voltar a jogar – duas vezes – , no mesmo time do centroavante que considerava um irmão. No primeiro jogo, o Vasco perdeu do Independiente, por 1 x 4, mas recuperou-se no segundo, com 3 x 2 Racing, na disputa do terceiro lugar. (veja na data 28.12).
Vasco 1 x 4 Independiente foi em 27 de dezembro de1955, no Maracanã, apitado por Harry Davis, auxiliado por Anver Bilate e Pedro Vilas Boas. Gol vascaíno foi marcado por Pedro Bala e o time de São Januário formou com: Hélio, Dario e Coronel; Mirim (Laerte), Orlando e Beto; Pedro Bala, Zizinho, Ademir (Vavá), Pinga (Alvinho) e Parodi (Wilson). O paraguaio Parodi foi expulso de campo, no segundo tempo.
Três dias depois, novamente no Maracanã, a vitória cruzmaltina foi sob o apito de Charles Williams, auxiliado por Lino Teixeira e Cícero Pereira Júnior. Pedro Bala, Vavá e Pinga marcaram os gols da Turma da Colina, que foi: Hélio, Paulinho e Dario; Mirim, Orlando (Laerte) e Beto; Pedro Bala, Zizinho, Vavá, Pinga e Wilson (Ademir).
Depois daquilo, Zizinho, ainda, voltou a ser vascaíno, mas como treinador, em 1967 e em 1972. Nesta segunda passagem, ele comandava o time que empatou, por 2 x 2, com o Flamengo, em 7 de maio, quando Tostão estreava como vascaíno.


VASCO 2 X 1 SÃO CRISTÓVÃO - No alçapão da Rua Figueira de Melo, o "Santo" engrossava o caldo. Valeu pelo Campeonato Carioca e os crumaltinos não demoraram a bater na rede, por Roberto Pìnto, aos quatro minutos. Dali a mais 20 o dono da casa respondeu no mesmo tom, com Olivar fazendo a festa. Mas pertinho do final da pugna, aos 75, Da Silva garantiu a vitória da "Turma da Colina".
O jogo foi apitado por Waldir Rocha Lima, rendeu  Cr$ 102 mil,.740 cruzeiros e teve o time dirigido pelo treinador Paulo Amaral formando assim: Ita, Paulinho, Bellini e Coronel; Nivaldo e Barbosinha; Sabará, Viladoniga, Javan, Roberto Pinto e Da Silva. Detalhe: o comandante do time anfitrião era Danilo Alvim, que havia sido um dos principais ídolos das torcida vascaína até 1952.

VASCODATA: 27.12.1953 – Vasco 1 x 1 Botafogo;  27.12.1955 - Vasco 1 x 4 Independiente-ARG; 27.12.1961 – Vasco 2 x 1 São Cristóvão; 27.12.2000 – Vasco 1 x 1 São Caetano-SP. 

 




 

        


 
Zizinho e Ademir
Zizinho e Ademir Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário