Vasco

Vasco

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

HISRTORI&LENDAS DA COLINA - GRANA

Arrecadações de jogos do Vasco pelo Torneio Rivadávia Corrêa Meier. 1 - Vasco 3 x 3 Hibernian-ESC. Renda: Cr$ 745.954,00. Público: 35.755 (26.556 pagantes); 2- Vasco 2 x 1 Fluminense. Renda: Cr$ 1.141.693,50. Público: 52.468 (41.822 pagantes); 3 - Vasco 2 x 1 Botafogo. Renda:  Cr$ 1.067.939,90. Público: 50.427 (39.151 pagantes); 4 - Vasco 4 x 2 Corinthians. Renda: Cr$ 487.924,60. Público: 24.120 (17.938 pagantes); 5 - Vasco 3 x 1 Corinthians. Renda: Cr$ 1.059.905,20. Público: 48.955 (38.030 pagantes); 6 – Vasco 1 x 0 São Paulo. Renda: Cr$ 979.256,00. Público: não divulgado; 7 - Vasco 2 x 1 São Paulo. Renda: Cr$ 723.917,30. Público: 36.802 (26.101 pagantes). Renda total do Vasco: Cr$ 3.103.295,30 – os demais participantes foram Sporting, de Lisboa, e Olímpia, do Paraguai, que não enfrentaram os vascaínos.
 
Ademir Menezes no Vasco
2 - O Vasco guarda em suas prateleiras da Rua General Abílio de Moura  uma taça com o nome de “Clube de Regatas Flamengo”. Foi conquistada com uma golada, por 6 x 1, sobre o Fluminense, em 6 de novembro de 1943, dentro da asa tricolor, o Estádio Álvaro Chaves, mais conhecido por Laranjeiras. Oscar Pereira Gomes apitou e os gols da rapaziada foram marcados por Ademir (2), Cordeiro (2), Petrônio e Isaías. O time, treinado pelo uruguaio Ondino Viera, era: Oncinha, Haroldo e Rafagnelli, Figliola, Nílton e Argemiro; Cordeiro, Lelé, Isaias (Petrônio), Ademir e Djalma. 
 
3 - Por lei, é proibido uma equipe disputar uma partida de futebol, no Brasil, sem um intervalo mínimo de 48 horas. No entanto,  o Vasco da Gama já burlou o regulamento. Em 26 de maio de 1951, enfrentou o Olaria.  No dia seguinte, estava jogando, amistosamente, no Espírito Santos, contra o Vitória, da capital. Passados 21 anos, repetiu a dose, em 27 de maio de 1972, encarando o mato-grossense Dom Bosco e, no dia 28, o Guarani de Campinas, pela Taça Governador Pedro Pedrossian. Quando excursionou, pela primeira vez, ao continente europeu, jogou em 28 e 29 de junho de 1931, contra o catalão Barcelona.

4 - O Vasco tem dois empates inusitados da nata 17 de fevereiro. Em 1959, ficou nos 3 x 3, com o Sport Recife, e em 2007, no Maracanã,  nos 4 x 4, com o Fluminense.  


Ademir no
 Sport Recife
VASCO 4 x 4 FLUMINENSE valeu pela quinta rodada da Taça Guanabara e teve público decepcionante, de apenas 12.445 "testemunhas".  Naquele clássico, o “cara” foi Leandro Amaral, marcando três gols, aos 32 minutos do primeiro tempo, e aos 8 e aos 42 do segundo – Alex Dias, aos 22, fez o outro tento vascaíno. O Vasco, tendo Renato Gaúcho por treinador, contou com: Cássio: Tiago Maciel (Eduardo), Fábio Brás, Jorge Luis e Diego; Ives, Amaral, Moraes (Abedi) e Cario Conca: André Dias (Romário) e Leandro Amaral. 
 

VASCO 3 x 3 SPORT RECIFE foi o nono amistoso entre os dois. Antes, haviam se igualado por quatro vezes: 0 x 0, em 17.04.1955; 1 x 1,em 02.05.1946; 2 x 2, em 28.07.1955 e 3 x 3, em 17.02.1959. Jogaram no "efeito escadinha". Os vascaínos abriram os pegas com o Sport-PE em 1º de março de 1942, no Rio de Janeiro, quando um cara chamado Ademir Marques de Menezes arrebentou. Mas, em 08.05.1946, em casa, o Vasco humilhou: 9 x 2.  (fotos de Ademir Marques de Menezes reproduzidas de http://www.futurosport.com.br/ e de www. NetVsco.com.br). Agradecimentos.






Nenhum comentário:

Postar um comentário