Vasco

Vasco

domingo, 18 de dezembro de 2016

O VASCO NOSSO DE CADA DIA - 18.12

 A data 18 de dezembro entra na história cruzmaltina como a da despedida de um dos seus maiores jogadores e das demolição de adversários, com goleadas que fizeram a torcidas pular muito, de alegria. Além de uma ultrapassagem por um rival de estrela forte. Confira;
  
VASCO 4 x 0  PALETRA ITÁLIA-SP -  No 18 de dezembro de 1927, o paulistano Palestra Itália, atual Palmeiras, não teve como segurar  o ataque do anfitrião, no amistoso disputado em São Januário. Por aquela época, o time cruzmaltino ainda tinha poucas histórias de conquistas, mas já incluía o bicampeonato carioca da elite, em 1923/24. O jogo foi apitado por Carlito Rocha, um dos nomes mais expressivos e e folclóricos da história do Botafogo e teve Claudionor abrindo o placar, no primeiro tempo. Na etapa final, ele voltou à rede, aos 15 minutos, para Russinho, aos 19, e Rainha, aos 31, fecharem a conta.

VASCO 1 X 1 RENNER-RS -  Em 18 de dezembro de 1949, o atacante Heleno de Freitas disputou a sua derradeira partida com a camisa cruzmaltina. Foi em um amistoso, no Rio Grande do Sul, contra o Renner, que terminou com 1 x 1 no placar – Maneca fez o gol vascaíno. Formado em Ciências Jurídicas e Sociais, pela Faculdade de Direito do Rio de Janeiro (hoje, Faculdade Nacional de Direito), Heleno era filho de família rica e não precisava trabalhar. Futebol era a sua diversão. O mais era frequentar a alta alta sociedade carioca e curtir os seus vícios. Contratado para a temporada de 1949, conquistou, pela “Turma da Colina”, seu único título por clubes – fora campeão a Copa Roca-1945 e do Campeonato Sul-Americano-1947, pela Seleção Brasileira, que serviu por 18 jogos, mandando 15 bolas nas redes.  
Nascido em São João Nepomuceno-MG,  Heleno viveu entre 12 de fevereiro de 1920 e 8 de novembro de 1959. Foi considerado um dos maiores futebolistas brasileiros de sua época. Formou dupla de ataque com Ademir Menezes, em 12 dos 20 compromissos do Vasco na temporada estadual, deixando 10 bolas no barbante . O time era tão forte que sagrou-se campeão carioca com sete pontos de frente sobre o segundo colocado. Confira os jogos com gols de Heleno.
03.07.1949 - Vasco 11 x  0 São Cristóvão, em São Januário, apitado por Frederick James Lowe. Renda: Cr$ 64.750,00 (cruzeiros). Gols: Maneca (4), Ademir Menezes (3), Heleno de Freitas (2), Ipojucan e Nestor.V ASCO: Barbosa, Augusto e Sampaio; Ipojucan, Danilo e Jorge; Nestor, Maneca, Heleno de Freitas, Ademir Menezes e Mário.
 
 31.07 – Vasco 6 x 0 Canto do Rio, em: São Januário, apitado por Mário Vianna. Renda: Cr$ 58.015,00. Gols: Ademir Menezes (2), Heleno de Freitas (2), Nestor e Chico. VASCO: Barbosa, Augusto e Sampaio; Eli, Danilo e Jorge; Nestor, Maneca, Heleno de Freitas, Ademir Menezes e Chico.
25.09 – Vasco 4 x 1 São Cristóvão, em Figueira de Melo, mediado por Gillis McPherson Dundas. Renda: Cr$ 142.115,00. Gols: Nestor (2), Heleno de Freitas e Maneca. VASCO: Barbosa, Laerte e Wilson; Ipojucan, Danilo e Alfredo; Nestor, Maneca, Heleno de Freitas, Ademir Menezes e Mário.
02.10 – Vasco 8 x 1 Bonsucesso, em São Januário. Juiz: Frederick James Lowe. Renda: Cr$ 55.361,00. Gols: Heleno de Freitas (2), Danilo (2), Ademir Menezes (2), Mário e Maneca. VASCO: Barbosa, Augusto e Wilson; Eli, Danilo e Alfredo; Maneca, Ademir Menezes, Heleno de Freitas, Ipojucan e Mário.
09.10 – Vasco 4 x 2 Bangu - Local: São Januário. Juiz: Alberto da Gama Malcher Renda: Cr$ 234.535,00. Gols: Ademir Menezes (2), Ipojucan e Heleno de Freitas; Ismael e Mariano. VASCO: Barbosa, Augusto e Wilson; Eli, Danilo e Alfredo; Maneca, Ademir Menezes, Heleno de Freitas, Ipojucan e Mário.
 
23.10 Vasco 4 x 0 Canto do Rio, no estádio Caio Martins, em Niterói. .Juiz: Stanley Roberts. Renda: Cr$ 135.243,00. Gols: Ademir Menezes (3) e Heleno de Freitas. VASCO: Barbosa, Augusto e Laerte; Eli, Danilo e Alfredo; Maneca, Ademir Menezes, Heleno de Freitas, Ipojucan e Mário.
DETALHE: No último jogo do campeonato, Vasco 2 x 1 Botafogo, em 11 de dezembro, Heleno enfrentou o clube que o consagrou. Foi em São Januário, com Ademir marcando os dois tentos da rapaziada que formou assim: Barbosa, Augusto e Wilson; Ely, Danilo e Alfredo; Maneca, Ademir, Heleno, Ipojucan e Chico.
VASCO 4 X 1 BANGU - Outro que o Vasco mandou buscar quatro bolas no barbante, em um 18 de dezembro, foi o Bangu, pelo Carioca-1954. Mas por 4 x 1. O peã foi em um sábado, no Maracanã, apitado por Diego Di Léo, com gols vascaínos marcados por Parodi (2), Vavá e Pinga.  Embora tivessem goleado os banguenses naquela data, os vascaínos não fizeram uma boa temporada estadual. Já se via que seria assim durante o Torneio Início, em 15 agosto. Empataram, por 0 x 0, com a Portuguesa, só vencendo nos pênaltis, por 2 x 1, na segunda série de cobranças batidas por Alvinho e apitadas por Amílcar Ferreira, após 2 x 2 na primeira (Barbosa; Paulinho e Bellini; Eli, Mirim e Dario; Sabará, Maneca, Ademir Menezes, Pinga e Alvinho foi o time). Em seguida, após 0 x 0 com o Fluminense, foram eliminados, em novas cobranças de penais, por 5 x 4, com 3 x 3 na primeira série e 1 x 2 na segunda. Novamente, Alvinho bateu e a equipe foi a mesma.
VASCO 4 X 1 PORTUGUESA-RJ - Outra vitória por quatro gols rolou sobre a "Lusa da Ilha do Governador". Valeu pelo segundo turno do Campeonato Carioca-1959, em uma sexta-feira, em São Januário. O ‘Pernambuquinho’  Almir (2), Pinga e Roberto Pinto balançaram a rede do jogo apitado por Antônio Viug e que rendeu Cr$ 138.190,00. O Vasco, que era treinado por seu ex-goleiro da década-1930, Dorival Knippel, o Yustrich, e formou com: Barbosa, Paulinho de Almeida, Russo e Bellini; Écio e Coronel; Sabará, Almir, Delém, Roberto Pinto e Pinga.
 
VASCO 2 X 1 BOTAFOGO - O time da Colina ficou devendo na disputa do Campeonato Carioca-1966. Terminou em quinto lugar, com 19 pontos, em 18 jogos, com 8 vitórias, 3 empates e 7 derrotas. Marcou 23 e sofreu 22 gols, o que lhe deixou com o ínfimo saldo de uma bola na rede. Mesmo não vivendo bom momento, na última rodada, a rapaziada venceu a turma da "Estrela Solitária no 18 de dezembro, um domingo, em São Januário. Nado, um ponta-direita pernambucano e baixinho, e Oldair Barchi marcaram os gols. Geraldino César apitou, o público foi de 1.475 pagantes e a renda de Cr$ 5.241.580,00. As jaquetas cruzmaltinas foram vestidas por: Valdir Apple; Ari, Sérgio, Ananias e Silas; Oldair e Danilo Menezes; Nado, Adilson, Acelino e Morais.
 
Acrescentar à VASCODATA 18 de dezembro: Vasco 2 x 2 América-RJ, em 1974; Vasco 1 x 1 Comerciário-SC, em 1976, e Vasco 1 x 1 Joinville-SC, em 1977. (Fotos reproduzidas da revista carioca Esporte Ilustrado).

Nenhum comentário:

Postar um comentário