Vasco

Vasco

quarta-feira, 8 de março de 2017

TRAGÉDIAS DA COLINA - VILA FATAL

1 - O Vasco foi à Vila Belmiro, encarar o Santos, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro-2003, no sábado 26 de julho. Aos 10 minutos do segundo tempo, os cruzmaltinos vibraram, tanto pelo gol marcado, por Marcelinho Carioca, quanto pelo sucesso do seu ex-zagueiro e ex-capitão Mauro Galvão, que atuava como treinador da rapaziada. Mas a alegria durou pouco mais de outros 10 minutos, quando André Luís deixou tudo igual, para Daniel virar o placar, passados mais 13 minutos. E o Vasco caiu, por 1 x 2, colocando a panela da Colina em ebulição, por conta de: Fábio; Wellington Monteiro, Wellington Paulo, Fabiano e Ozéia; Da Silva, Rodrigo Souto, Bruno Lazaroni (Morais) Beto 'Cachaça' (Léo Borges) e Marcelinho Carioca: Donizeter 'Pantera' (Ely Thadeu),      

2 - Era pra ter sido uma noite de sábado inteiramente festiva, aquele 11 de setembro. O Vasco da Gama reestreava um dos seus maiores ídolos desses tempos mais modernos, o meia Juninho Pernambucano, e recebia as faixas de campeão da Copa do Brasil-2011. Até os 44 minutos do segundo tempo, a galera comemorava uma vitória que parecia certa, sobre o catarinense Figueirense-SC, em São Januário. Foi quando Pittoni lançou Aloísio, que botou no filó. Fim de festa: 1 x 1, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, e um dos maiores dissabores passados pelos vascaínos diante do “Figueira”, desde o primeiro pega, em 2 de dezembro de 1973, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, quando rolou 0 x 0 no placar

Nenhum comentário:

Postar um comentário