Vasco

Vasco

domingo, 28 de maio de 2017

VASCO DAS CAPAS DE REVISTAS

 Ultimamente, sempre que um time é campeão, as editoras lançam "revista-pôster" sobre a campanha. Em tamanho grande, para o torcedor pendurar na parede, trazendo todos os números – datas, placares, gols marcados, sofridos, artilheiros e quantas bolas mandou à rede – e uma boa quantidade de fotos. Uma dessas foi esta aí, acima e à direita, em que Mauro Galvão beija a taça do maior título da história vascaína, o da Taça Libertadores 1998, conquistada durante a temporada em que o "Almirante" celebrava 100 anos de navegação pela história dos desportos. O colecionador que não comprou esta, há 19 anos, pode tentar em sites de raridades.     
Pelos mesmos sites, pode-se tentar encontrar esta revista "Manchete Esportiva" que traz um dos mais perigosos ataques armados pelos vascaínos. Em pé, da esquerda para a direita, Vavá e Valter Marciano. Agachados, na mesma ordem, Sabará , Livinho e o glorioso Pinga. Esta rapaziada excursionou à Europa, em 1957, sob o comando do treinador Martim Francisco, e conquistou o mais importante torneio promovido pelos franceses, vendendo ao espanhol Real Madri, na decisão, quando o time "merengue" era considerados o melhor do mundo. Mas não deu pra ele, naquele dia, em que o Vasco o colocou na roda, sem do e nem piedade. Em "O Globo Sportivo", quem ganhou capa foi o atacante Jansen, que ficou na história da Colina como o primeiro atleta da casa a marcar um gol em Jogos Olímpicos - em 1955.
 
                                                                                          

Nenhum comentário:

Postar um comentário