Vasco

Vasco

sexta-feira, 2 de junho de 2017

TRAGÉDIAS DA COLINA - FORA, DINAMITE!

Pela edição de Nº 1.251, de dezembro de 2002, a revista "Placar", da Editora Abril, destacou os melhores e os piores momentos da temporada.
Naquele bem pesquisado resumo do que havia rolado no mundo da bola, um dos mais antipáticos fatos lembrados foi a expulsão de Roberto Dinamite – o maior ídolo da torcida do Vasco da Gama –, pelo presidente Eurico Miranda, da tribuna de honra do estádio de São Januário.
Sob o título "Tribuna sem honra", a publicação conta que o, também, maior artilheiro da história do futebol vascaíno – o "Almirante' aderiu  ao futebol em 1917 – estava no local, juntamente com o seu filho Rodrigo, assistindo ao jogo entre a "Turma da Colina" e a Ponte Preta-SP, pelo Campeonato Brasileiro, quando passou pela decepção.
 "De repente, aparecem seguranças (do clube) convidando-o a se retirar, por ordem do 'doutor' Eurico", escreveu "Placar", sequenciando a história com uma declaração do Dinamite, chorando diante de câmeras de TV: "O que eu conquistei ao longo de vários anos de carreira não vai ser o Eurico que que vai apagar". O episódio revoltou até torcedores de outros clubes.      

Nenhum comentário:

Postar um comentário