Vasco

Vasco

quarta-feira, 14 de junho de 2017

HISTORI&LENDAS DA COLINA - FOGO

1 -  Na temporada-1945, os vascaínos passaram invictos diante do Botafogo. Primeiramente, apagou o fogo de sua estrela, durante o Torneio  Início. E voltou a vence-lo, por 1 x 0, em 12 de agosto, em São Januário. Depois, empatou, por 2 x 2, em 14 de outubro, em General Severiano. Rolou, ainda, 2 x 1, pelo Torneio Relâmpago, em 31 de março, nas Laranjeiras, com dois gols de Elgen, e 5 x 3, do Torneio Municipal, em 3 de junho, no mesmo local, quando o “Time da Colina” teve seus tentos de autoria de Ademir Manezes (2), Jair Rosa Pinto (2) e  Chico Aramburo.

2 - Todos os jogos Vasco x Botafogo deveriam ser nos 22 de abril. Assim, a torcida cruzmaltina iria sair do estádio sempre comemorando. Nesta data, o "Almirante" já afundou a 'Estrela Solitária" em três oportunidades: 22.04.1923 – Vasco 3 x 1 Botafogo;  22.04.1945 – Vasco 2 x 0 Botafogo;  22.04.1973 – Vasco 2 x 1 Botafogo.

3 - Ademir da Silva, ex-meia vascaíno, que não deve ser confundido com Ademir Menezes, está no time dos "mais rapidinhos da Colina". Marcou gol a 1 minuto, em  Vasco 3 x 2 Botafogo, em 14 de julho de 1983, e aos 2 minutos, em Vasco 1 x 1 América, em 18 de julho de 1973. Ele foi o autor do gol que abriu o placar do jogo de primeiro de agosto de 1974, quando o Vasco venceu o Cruzeiro, no Maracanã, por 2 x 1, sagando-se campeão brasileiro, pela primeira vez.  

4 -  O  Vasco já empatou, poro 3 x 3, com o São Cristóvão. No estádio do "Santo", à Rua Figueira de Melo, valendo  pelo Campeonato Carioca.  O time vascaíno era treinado por Duque, isto é, David Ferreira, e vinha fazendo uma campanha decepcionante, razão, por sinal, da sua queda, mais adiante, quando foi substituído pelo ex-atleta cruzmaltino e xerifão de velhas zagas, Ely do Amparo.

5 - Era 9 de novembro de 1980, quando o Dinamite dinamitou o Botafogo, no Maracanã, pelo segundo turno do Estadual-RJ. O clássico terminou Vasco 2 x 0, e o “matador”  Roberto  fez  mais um gol, de pênalti. Se  Neném Prancha (treinador de times de praias) dizia que “pênalti é coisa tão importante, que deveria ser batido pelo presidente do clube”, o “Bob da Baixada” antecipou o “crime” em 28 temporadas. Com aqueles dois pontinhos (vitória ainda não valia três), o Vasco pulou para a ponta da tabela. Colocou dois de vantagem sobre o segundo colocado, com quatro vitórias em quatro jogos, marcando quatro e entregando apenas um golzinho à concorrência.

6 - Em 1996, Vasco, Botafogo e Sobradinho disputaram a Copa Rio-Brasília. Em 12 de julho, o "Fogo" ficou no 1 x 1, com o "Sobrá". Dois dias depois, mandou 2 x 0 pra cima dos vascaínos. O Vasco teria que jogar anda contra o "Leão da Serra" e, se vencesse, faria um jogo extra contra os alvinegros. Só que Vasco x Sobradinho-DF não aconteceu. Então, o Botafogo somou mais pontos e ficou "campeão moral" da Copa Rio-Brasília 1996.

7 - O Vasco fez o "jogo das faixas" de campão brasileiro-1989 enfrentando a seleção da Arábia Saudita, em São Januário. Jogo mal marcado, contra um adversário sem tradição. Resultado: apenas 1.876 almas compareceram à Colina (ou 1.986, os números divergem). Naquele jogo, o baianinho Bebeto usou a camisa 24,  e a torcida não perdeu chance de sacaneá-lo. Mas, sacanagem mesmo (com a torcida), foi levar aquele adversário para a festa. Poderia terem convidado um time mais forte, que proporcionasse mais emoções.

8 -  O Vasco foi campeão  em sua estreia na elite.do futebol carioca. Confira a campanha: 15.04.1923 – Vasco 1 x 1 Andarahy (gol de Torterolli); 22.04.1923 – Vasco 3 x 1 Botafogo (Mingote, Paschoal e Ceci); 29.04. 1923 – Vasco 3 x 1 Flamengo (Ceci (2) e Negrito); 13.05. 1923 – Vasco 1 x 0 América (Arlindo); 20.05. 1923 – Vasco 1 x 0 Fluminense (Arlindo); 03.06.1923 – Vasco 3 x 2 Bangu (Arlindo (2) e Negrito); 10.06.1923 – Vasco 3 x 2 São Cristóvão (Lucio (contra), Torterolli e Arlindo).24.06.1923 – Vasco 3 x 1 Andarahy (Ceci (2) e Bolão); 01.07.1923 – Vasco 3 x 2 Botafogo (Arlindo(2) e Ceci); 08.07.1923 – Vasco 2 x 3 Flamengo (Ceci e Arlindo); 22.07.1923 –Vasco 2 x 1 América (Nicolino e Torterolli); 29.07.1923 – Vasco 2 x 1 Fluminense (Pires e Negrito); 12.08.1923 – Vasco 3 x 2 São Cristóvão (Negrito (2) e Ceci); 19.08.1923 - Vasco 2 x 2 Bangu (Claudionor e Negrito).

Nenhum comentário:

Postar um comentário