Vasco

Vasco

terça-feira, 18 de julho de 2017

VASCO DA GAMA 0 X 1 SÃO PAULO

Valeu pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro e o gol da partida foi marcado pelo argentino Lucas Pratto, no primeiro tempo, antes mesmo do cronômetro chegar aos dois minutos.
O São Paulo começou a partida como um rolo compressor, partindo para cima do Vasco. Antes do cronômetro chegar aos dois minutos, Cueva fez belo lançamento e Lucas Pratto empurrou a bola para o fundo das redes: São Paulo 1 x 0. Pouco tempo depois, aos três, Jucilei deixou Wellington Nem na cara do gol e ele só não ampliou por que Martín Silva saiu em seus pés para defender.
As investidas do Tricolor fizeram o Gigante da Colina acordar. Aos 11, Bruno Paulista arriscou da intermediária e Renan Ribeiro fez grande intervenção. O goleiro são-paulino voltou a aparecer aos 20, dessa vez para colocar para escanteio outro forte arremate de Bruno Paulista. Na sequência, após cruzamento para área, Wagner finalizou e o camisa 1 fez uma fácil defesa.
Em vantagem no placar, o Tricolor passou a apostar nos contra-ataques. Num deles, aos 33, Cueva foi lançado por Petros e chutou forte na direção do gol. Martín Silva espalmou e no rebote Pratto mandou para fora. Nos derradeiros momentos da etapa inicial, Vasco e São Paulo assustaram em chutes de longa distância. Yago Pikachu arriscou pelo lado vascaíno, enquanto Bruno pelo lado Tricolor.
Apostandos nos garotos, o Gigante da Colina retornou do intervalo disposto a mudar o rumo da partida. Foi o São Paulo, entretanto, que assustou nos minutos iniciais, com Rodrigo Caio, Cueva e Marcinho. O Vasco passou a se soltar após o cronômetro ultrapassar os 10 minutos. Através de jogadas pelos flancos, Paulinho e Guilherme infernizaram a defesa rival, mas foi Escudero, aos 16, o primeiro a finalizar.
O Cruzmaltino seguiu pressionando e, aos 25 minutos, ficou próximo do empate. Na ocasião, Escudero viu o deslocamento de Paulinho e fez um belo lançamento, mas antes do prata da casa finalizar, Renan Ribeiro saiu em seus pés e evitou o gol. O Vasco buscou o empate até os derradeiros momentos do jogo. Aos 44, após cruzamento de Paulão, Evander testou e só não balançou as redes porque Rodrigo Caio salvou em cima da linha.

FICHA TÉCNICA  19.07.2017 (quarta-feira) -VASCO 0 x 1 SÃO PAULO. 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Estádio: Morumbi-SP. Juiz Wagner Reway-MT. Público: 22.574. Renda: R$R$ 552.781,00. Gol: Lucas Pratto, a 1 min do 1º tempo. VASCO: Martín Silva; Madson, Rafael Marques, Paulão e Ramon; Jean, Bruno Paulista (Evander), Escudero, Wagner (Paulinho) e Yago Pikachu (Guilherme Costa); Thalles. Treinador: Milton Mendes. SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Bruno, Rodrigo Caio, Arboleda e Edimar; Jucilei, Petros e Cueva (Gilberto); Wellington Nem (Marcinho), Lucas Pratto e Jonatan Gomez (Cícero). Treinador: Dorival Júnior.
Este foi o jogo 1078 entre os dois clubes, estando os cruzmaltinos na frente do placar acumulado, com 39 vitórias, contra 36.  Além disso, há mais 33 empates. No critério gols marcados, os paulistas compareceram mais às redes: 180 x 172.
O Estádio Cícero Pompeu de Toledo, mais conhecido por Morumbi, traz boas recordações ao Vasco. Foi nele a "Turma da Colina" conquistou o seu segundo título nacional, em 1989, com gol de Sorato, mandando 1 x 0 no anfitrião.
Outra conquista no mesmo local rolou em1999, com a base do time campeão da Taça Libertadores no ano anterior. Com 2 x 1 Santos, a moçada faturou o Torneio Rio-São Paulo, com gols de Zé Maria e Juninho Pernambucano.
O "Almirante" voltou a obter um resultado positivo diante dos são-paulinos em seus domínios na temporada seguinte. Em 2012, quando terminou na quinta colocação, o Vasco da Gama também derrotou o adversário (19/07), por 1 x 0, com tento do lateral-direito Fagner.
Cruzmaltinos e Tricolores Paulistas voltaram a se enfrentar pelo Brasileiro no Morumbi, em 2013. Na ocasião, os donos da casa levaram a melhor, por 5 x 1, com dois gols do atual jogador cruzmaltino Luis Fabiano. O último confronto recente na casa do São Paulo pelo mais importante torneio nacional ocorreu em 2015, com placar de 2 x 2.

Nenhum comentário:

Postar um comentário