Vasco

Vasco

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

HISTORI&LENDAS DA COLINA - LALI(ERTE)


O fotógrafo Vito Moniz clicou – para o Nº 977, de Esporte Ilustrado, de 27.12.1956 – o último tento vascaíno da campanha que levou a rapaziada ao título de campeão carioca da temporada em que o time dirigido por Martim Francisco papou o caneco. Aconteceu quando Lierte no primeiro tempo, driblou vários adversários e bateu para aninhar a pelota no canto esquerdo defendido pelo goleiro Ernani.
Livinho observa o voo da pelota, em jogo no qual o Vasco da Gama, campeão antecipadamente, não ligou a menor importância. Pra quê? Terminou no 1 x 1, com o Olaria –  batido durante o primeiro turno, por 4 x 1 – querendo fazer festa em sua casa, à Rua Bariri.
Foi o 58º gol vascaíno naquele Campeonato Carioca, o que lhe deu o saldo de 41 – levou 17 – da campanha com 16 vitórias, quatro empates e duas escorregadas. Time do dia festivo: Hélio, Ortunho, Bellini e Coronel; Laerte e Orlando; Valmr, Livinho, Vavá, Valter Marciano e Lierte.   

DETALHE: confunde o torcedor mais jovem, mas não é erro de escrita na escalação. O time contava, mesmo, com Lierte e Laerte. O primeiro  tinha este mesmo nome na certidão de registro (Lierte Rosa da Silva), enquanto o outro era anunciado nas escalações por apelido, quando, na verdade,  chamava-se Nadir Eraldo Prates.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário