Vasco

Vasco

sábado, 23 de dezembro de 2017

HISTRORI&LENDAS DA COLINA - BRAGA

1 - VASCO 3 X 1 BRAGANTINO-SP - Vitória importante por ter quebrado a sequência de três partidas sem vitórias cruzmaltinas. Valeu pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro-1995, em São Januário, com Nélson (2) e Valdir "Bigode" no filó, em noite de quarta-feira, sob o comando do treinador Carlos Alberto Zanata que escalou: Carlos Germano, Charles "Guerreiro", Sidnei (Zinho ), Tinho, Bruno Carvalho, Alex Pinho, Luisinho Quintanilha, Nélson, Pedrinho (Juninho Pernambucano), Marcelo Carioca, Leonardo e Valdir. Até então, quatro jogos por Brasileiros entre os dois times, com uma vitória para cada lado e dois empates com um gol vascaíno a mais (5 x 4). 

2 - VASCO 1 X 0 ESPERANÇA - Velhos tempos em que a rapaziada disputava o seu quinto campeonato estadual. Era 1920 e o "Almirante" navegava pela Segunda Divisão. No dia, quem tocou fogo na caldeira da esquadra foi Aristides Esquerdinha. A vitória encheu o time de esperança em sucesso no futuro.  
3  -Com o Vasco, o raio cai duas vezes no mesmo local. Na data 31 de outubro, acertou a cabeça do "Diabo", em 1937, por 4 x 3, e em 1948, por 3 x 1.  Da primeira vez, em casa, Niginho (3) e  Alfredo dos Santos fizeram a festa. Da segunda, à  Rua General Severiano, já era "Era do Expresso da Vitória".  Dimas (2) e Ademir Menezes balançaram a rede.

4 - Com 4 X 3 Fluminense, pelo Campeonato Carioca-1954, o Vasco encerrou série de seis jogos sem vencer os tricolores, por tal competição. Era a 1.497º vez que o "Almirante" rolava a pelota, com grandes emoções e brindes no barbante oferecidos por Alvinho, aos 6 minutos do primeiro tempo e aos 5 do segundo; Vavá, aos 43 da etapa inicial, e Sabará, aos 30 da final. Flávio Costa era o chefe e este o time do feito: Barbosa, Paulinho de Almeida e Bellini; Mirim, Laerte e Dario; Sabará, Maneca, Vavá, Pinga e Alvinho.       .    

 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário