Vasco

Vasco

sábado, 28 de abril de 2018

16 - CHARGISTAS NO ESPORTE - LANE

Lane nunca foi chargista esportivo, mas fazia traços do gênero quando o "Jornal de Brasília" pedia-lhe. Era só o editor lhe passar o tema e as coordenadas, ele traçava legal.
 Caso desta charge ironizando Romário, quando o então presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, inventou de fazer do terceiro maior artilheiro do clube (Roberto Dinamite e Ademir Menezes marcaram mais do que ele) o comandante do time.
Auto-desenho de Rock Lane
 Como ainda estava em atividade, veteraníssimo, Romário topou o desafio de Eurico e anunciou que sentaria no banco dos reservas, podendo entrar na partida, caso a rapaziada demonstrasse precisar de uma mãozinha, isto é, um pezão goleador.
Nesta pauta, Lane foi em cima da imagem de baladeiro do craque que adorava as "night". Antes de desenhar para o JBr, ele passou pelo Departamento Publicitário do Sindicato dos Bancários de Brasilia e pelo jornal "Correio do Planalto", onde ficou conhecido. Naquele diário, ele assinava sujas charges por Rock Lane.
     

Nenhum comentário:

Postar um comentário