Vasco

Vasco

quarta-feira, 13 de julho de 2016

O VASCO NOSSO DE CADA DIA - 13.07

Um dia de  “vira-vira”. Foi um 13 de julho da histórias das vitórias cruzmaltinas. Vitória pra cima do maior rival. Aliás, a rapaziada abriu a década-1970 vencendo as três primeiras partidas disputadas contra o parceiro de pegas emocionantíssimos, pelo Campeonato Carioca – o primeira foi o “Jogo 100”, no 9 de agosto daquele "setentão", como veremos na data alusiva à pugna. Vale ressaltar, também, uma tripudiada pra cima de um rubro-negros do miolo do país. Batidas em dose dupla. Confira:

VASCO 3 X 0 ATLÉTICO-GO  foi o primeiro encontro entre as duas camisas. Então, o impiedoso e cruel "Almirante" mandou três balas na cabeça do “Dragão”, o apelido do clube goiano, com o serviço foi feito, em 1958, amistosamente, na capital goiana, onde o convidante  já levou a rapaziada para sete embates do gênero. Naqueles 3 x 0, o treinador cruzmaltino era Francisco de Sousa Ferreira, o Gradim, e os “matadores” foram Wilson Moreira e Ramos

VASCO 3 X 2 FLAMENGO foi o placar do 13 de julho de 1975, em um domingão de  Maracanã,  pelo Campeonato Carioca. As bolas vascaínas endereçadas às redes rubro-negras foram "postadas" por Luiz Carlos Lemos (2) e de Roberto Dinamite. Arnaldo César Coelho apitou aquele  “Clássico dos Milhões” Nº 117 e pelas roletas do estádio passaram 66.507 pagantes.  A renda foi “mocozada”. Niguém ficou sabendo, ninguém viu. Mário Travaglino era o treinador e a “Turma da Colina” virou mais uma sobre o "Urubu" contando com os serviços de: Andrada; Paulo César, Miguel, Renê e Alfinete; Gaúcho e Zanta (Alcir); Jair Pereira, Dé Roberto (Edu) e Luiz Carlos. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário