Vasco

Vasco

segunda-feira, 18 de julho de 2016

O VASCO NOSSO DE CADA DIA - 18.06

O 18 de junho é uma data em que os vascaínos pouco jogaram. Embora não tenham jogado pouco. Além de vitórias internacional e caseira, entra no pacote um empate importantíssimo, tão importante quanto uma vitória, como vamos conferir. 
 
VASCO 4 X 2 DALARNA-SUI -  Em junho de 1961, os cruzmaltinos partiram para uma excursão ao exterior. No dia 18, venceram um time sueco, com gols de Saulzinho (2) e Sabará (2). Dirigido por Martim Francisco, o time jogou com: Miguel; Paulinho de Almeida, Bellini, Barbosinha e Edílson; Écio e Roberto Pinto; Sabará, Lorico, Saulzinho e Pinga. 

O CARA -  Chegado, em São Januário, dois meses antes da excursão, o centroavante Saulzinho (foto) mostrava que trocara o Guarany, da gaúcha Bagé, para matar a saudade que a torcida vascaína sentia de Vavá, o campeão mundial na Copa do Mundo de 1958, negociado com o espanhol Atlético Madrid. Saulzinho  começou a carreira pelo time juvenil do Bagé. Mudou-se, depois, para o rival Guarany. Em 1956, marcou o único gol na partida contra o ex-clube, conquistando o título do campeonato municipal. Em 1958, sagrou-se vice-campeão gaúcho. Ao Vasco, custou, em 1961, Cr$ 2,3 milhões de cruzeiros. Deu retorno ao investimento, em 1962, sendo o artilheiro do Campeonato Carioca, com 18 gols. Porém, uma distensão na virilha o impediu de brigar pela vaga de parceiro de Pelé na Copa do Mundo daquele ano.
No currículo, Saulzinho tem, pelo Guarany de Bagé, os títulos de campeão municipal em 1956, 1958 e 1960. Como vascaíno, conquistou os Torneios de Santiago-CHI, em 1963 e o Pentagonal do México-MÉX, em 1963. Defendendo a Seleção Brasileira, represetada pelo Rio Grande do Sul, levou a Taça O'Higgins, em 1966, disputada no Chile.

VASCO 2 X 1 BANGU – Este foi um  amistoso, em 1964, no Estádio Proletário, em Moça Bonita. O segundo dos dois amistosos disputados pelos dois clubes, em um espaço de quatro dias – no primeiro, em 14 de junho, o Vasco vencera por 1 x 0 , em São Januário. Apitado por Jorge Paes Lema, este foi, também,  o último amistoso entre vascaínos e “Mulatinhos Rosados de Moça Bonita”.  Há mais de meio-século que eles não se encontram mais neste sentido. Aquele jogo teve os gols vascaíno marcados pela sua dupla de meio-de-campo, Lorico, aos dois minutos do primeiro tempo, e Maranhão, aos 10 do segundo. O time formou com: Levis; Joel (Massinha), Brito, Barbosinha e Pereira; Maranhão e Lorico: Zezinho, Célio, Saulzinho e Da Silva  
VASCO 1 X 1 AVAÍ-SC - Este foi um empate com sabor de vitória. Como aconteceu na casa do adversário e era o primeiro dos dois jogos que decidiriam a classificação da “Turma da Colina” à final da conquistada Copa do Brasil-2011, não pode ter uma outra classificação. Portanto, é um empate vitorioso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário