Vasco

Vasco

terça-feira, 25 de julho de 2017

TRAGÉDIAS DA COLINA - JORGE LUÍS

 Carioca, nascido em 10 de abril de 1947, Jorge Luís jogava peladas, em Cavalcanti, onde residia. Muito bom de bola, foi levado para treinar com a turma do Madureira, como apoiador, aos 16 anos de idade. Agradou, mas o treinador Ricardo Magalhães preferiu desloca-lo para a lateral direita. Sem problemas! Se deu bem, chegou ao time principal e despertou o interesse do Flamengo. Mas o Vasco pintu na frente.
 Em São Januário, Jorge Luís foi prestigiado pelo treinador Zizinho. E chegou, rápido, à Seleção Brasileira, sendo convocado para disputar a Copa Rio Branco, em 1968, contra os uruguaios. Passado o momento de sucesso meteórico, vieram as muitas contusões que o impediram de ser titular no time vascaíno. Mas o pior ainda viria.
No dia 17 de setembro de 1968, Jorge Luís comeu uma pizza, sentiu-se mal e recebeu prescrição médico de dieta alimentar. Como estava três quilos acima do peso normal, foi uma sauna, por conta própria, e passou 45 minutos por lá. Chegou em casa passando mal, mas pediu à sua mães para não chamar o médico do Vasco. No dia seguinte, faltou ao treino. No outro, o clube foi a avisado de que ele estava, em casa, em estado de coma. Foi removido para a Casa de Saúde São Miguel e passou, entre sexta e segunda-feira, lutando pela vida. Ás 2h30min do dia 23 de setembro, não resistiu. Desidratação ativara a sua diabetes e uma infecção renal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário