Vasco

Vasco

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

MUSA VASCAÍNA DO DIA - CRUZCRISTIANA

O fotógrafo fotografou a fotografada fotografando-se. Fazia um "selfe", para ficar melhor, americanizando o que, antigamente, chamava-se autofotografia. Não importa. O que vale é a bela imagem clicada por www.netvasco.com.br, de uma de suas musas na torcida cruzmaltina. "Será que será" que é a mamãe quem pinta à lateral-esquerda dela? Pelo menos, nos cabelos, são iguais. Isto é: na coloração da capilaridade. Pois é! A gata mirou a sua beleza facial, usando telefone com distintivo igual ao amor que bate em seu peito esquerdo e....shisss! Com destaque para o seu batom vermelho, da cor da Cruz de Cristo das caravelas que Don Diniz, o rei de Portugal, mandava sair pelos mares espalhando a fé cristã. De sua parte, esta "cruzcristiana" bota muita fé no glorioso Vasco da Gama. Podes crer, poisjz, poisjz!      

HISTORI&LENDAS DA COLINA - FEITIÇO

 1 - Feitiço, Lindo... Ôpa! Não é um feitiço lindo, pois feitiço não tem beleza e nem feiura. Feitiço (foto), Lindo quer dizer que Feitiço e Lindo, atacantes crumaltinos enfeitiçaram o Madureira. Rolou no 9 de janeiro de 1938, quando o primeiro marcou três e o segundo um, nos 4 x 1 Madureira. Turma do dia: Rey, Poroto e Itália; Rafa, Zarzur e Alfredo I; Lindo, Feitiço, Niginho e Luna.

2 - Lindo Madureira! O "Tricolor Suburbano" forneceu muitos bons jogadores ao Vasco da Gama. Um deles foi Azumir Luís Casemiro Veríssimo, carioca, nascido em 7 de junho de 1935. Em 1961, ele trocou São Januário pelo Futebol Clube do Porto e tornou-se o artilheiro da temporada portuguesa, com 23 gols. Também, foi o primeiro atleta daquele clube português a ganhar a “Bola de Prata”

3 - O "Almirante" é mitológico. Já teve um zagueiro que a torcida apelidou por Dedé, o "Mito", em 2011, e já conquistou o Troféu Mito. Por sinal, ao seu estilo, com vitória de virada sobre o Palmeiras, por 3 x 1, com gols de Chico, Djalma e Friaça. Aconteceu em 9 de janeiro de 1948.

4 - No dia 8 de janeiro de 2000, o Maracanã assistiu um dos mais bonitos gols feitos na casa. Aos 43 minutos do primeiro tempo, Edmundo dominou a bola, tocou-a por um lado do zagueiro Gary Neville, pegou-a pelo outro e estufou a rede. Valeu pelo I Mundial de Clubes da FIFA, em Vasco 3 x 1 Manchester United-ING. Rapaziada do "Almirante" Helton; Jorginho (Paulo Miranda), Júnior Baiano, Mauro Galvão e Gilberto; Amaral, Felipe, Juninho Pernambucano (Alex Oliveira) e Ramon (Nassa); Edmundo e Romário.
OBS: imagem de Edmundo reproduzido de bandeira da torcida vascaína Força Jovem. Agradecimento.

CORREIO DA COLINA - EDMUNDO

“Edmundo já ficou no banco dos reservas quando estava no Vasco? Raimundinho Maranhão. Da SQN 406, Brasília-DF.

O “Kike” lembra do jogo Vasco 3 x 0 Portuguesa de Desportos, em 18 de maio de 2008, pelo Campeonato Brasileiro, quando o teinador era o antigo zagueiro vascaíno Gaúcho. Lembra-se dele? O”Animal” entrou nho segundo tempo e marcou dois gols, aos 10 e aos 45 minutos do segundo tempo – o primeiro havia sido de Leandro Amaral. 
O “Clássico “Luso” rolou em São Januário e a rapaziada da casa era:  Tiago; Wagner Diniz, Jorge Luiz, Rodrigo Antônio e Eduardo Luiz; Rodrigo Antônio, Leandro Bomfim (Pablo), Jonílson e Morais (Souza); Madson e Alan Kardec (Edmundo).

 

 

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

A BELA DO DIA - PROTEGIDA PELA ÁGUIA

Na pouco povoada Chilman Castle, na Inglaterra, a bela Rosemary Abbot se virava como falconeira. E, nisso, mostrava-se muito competente. Muito mais, como prova o que aconteceu em dia de muito calor. Ela tirou uns instantes de folga para se bronzear em um gamado, sem esquecer de convocar Bugsy, uma águia muito lhe chegada. Como não havia ninguém por perto, Rose soltou as alças da calcinha do biquíni e do sutian, para não ficar o tempo todo amarrada. E tirou um cochilo. De repente, pintou gente aproximando, no que agiu, rapidão, o seu vigia, pegando, pelo bico, a peça que recobria o bumbum da moça e a recolocando no lugar onde estava. Pelo menos, foi o que contou a antiga e não mais existente revista carioca "Manchete", de onde o "Kike" reproduziu esta história e foto. Interessante! 

HISTORI&LENDAS DA COLINA - GLÓRIA-52

1 - Para ser ocampeãocarioca-1952, o Vasco da Gama usou 20 atletas, obteve 17 vitórias, dois empates e só uma queda. Sua defesa foi a menos vazada (18 gols) e o ataque marcou 49 vezes.                                                              
  2 - O Vasco foi, também, campeão de bilheterias, levando para o cofre a quantia líquida de Cr$ 5 milhões, 566 mil, 940 cruzeiros e 30 centavos.
 3 - Quem jogou: goleiros: Barbosa (18 vezes), Ernani (1) e Herrera (1); defensores Augusto (20), Haroldo (17), Bellini (3), Ely (19), Jorge (20) e Danilo (20); atacantes: Edmur (10), Sabará (8), Friaça (3), Ademir Menezes (17), Maneca (16), Ipojucan (19), Chico (19), Alfredo II (5), Vavá (2), Genuíno (1) e Jansen (1).        
4 - Os goleadores vascaínos da temporada estadual-1952 foram: Ademir (13), Edmur e Ipojucan (8, cada), Maneca (7), Chico (5), Sabará (3), Alfredo (2), Friaça e Vavá (1, cada). Houve, ainda, um gol contra do zagueiro Darci, do Madureira.
  5 - Das 18 bolas buscadas no fundo da rede, Barbosa levou 18 gols, enquanto os reservas Ernani e Herrera deixaram passar duas, cada um.
OBS: na foto reproduzida de "Esporte Ilustrado", Ademir se descontrai, durante uma concentração, brincando de cozinheiro.