Vasco

Vasco

terça-feira, 30 de abril de 2019

HISTORI & LENDAS - BOTAFOGADAS

1 -  Na temporada-1945, os vascaínos passaram invictos diante do Botafogo. Primeiramente, apagou o fogo de sua estrela, durante o Torneio  Início. E voltou a vence-lo, por 1 x 0, em 12 de agosto, em São Januário. Depois, empatou, por 2 x 2, em 14 de outubro, em General Severiano. Rolou, ainda, 2 x 1, pelo Torneio Relâmpago, em 31 de março, nas Laranjeiras, com dois gols de Elgen, e 5 x 3, do Torneio Municipal, em 3 de junho, no mesmo local, quando o “Time da Colina” teve seus tentos de autoria de Ademir Menezes (2), Jair Rosa Pinto (2) e  Chico Aramburo.

2 - Todos os jogos Vasco x Botafogo deveriam ser nos 22 de abril. Assim, a torcida cruzmaltina iria sair do estádio sempre comemorando. Nesta data, o "Almirante" já afundou a 'Estrela Solitária" em três oportunidades: 22.04.1923 – Vasco 3 x 1 Botafogo;  22.04.1945 – Vasco 2 x 0 Botafogo;  22.04.1973 – Vasco 2 x 1 Botafogo.

3 - Ademir da Silva, ex-meia vascaíno, que não deve ser confundido com Ademir Menezes, está no time dos "mais rapidinhos da Colina". Marcou gol a 1 minuto, em  Vasco 3 x 2 Botafogo, em 14 de julho de 1973, e aos 2 minutos, em Vasco 1 x 1 América, em 18 de julho do mesmo 1973. Ele, também, foi o autor do gol que abriu o placar do jogo de primeiro de agosto de 1974, quando o Vasco venceu o Cruzeiro, no Maracanã, por 2 x 1, sagrando-se campeão brasileiro, pela primeira vez.  

4 -  O  Vasco já empatou, poro 3 x 3, com o São Cristóvão. No estádio do "Santo", à Rua Figueira de Melo, valendo  pelo Campeonato Carioca.  O time vascaíno era treinado por Duque, isto é, David Ferreira, e vinha fazendo uma campanha decepcionante, razão, por sinal, da sua queda, mais adiante, quando foi substituído pelo ex-atleta cruzmaltino e xerifão de velhas zagas, Ely do Amparo.

VASCO BOLA PRA TODO LADO

 CLUBE DE REGATAS BOLA FORA

Uma revista lançada pelo Vasco da Gama, com o Nº 1 e como o nome de “Cruzmaltino”, em 2007, traz a estátua de Romário na capa e duas páginas internas (18 /19) sobre o tema, com o título ”Uma homenagem mais do que justa”.
Perfeito! Romário merece, como merecem,  também, Barbosa, Ademir Menezes, Bellini e Roberto Dinamite. O texto da hmengem ao craque da camisa 11 cruzmaltina cita que o monumento foi inaugurado em 18 de agosto de 2007, em bronze, e está atrás do gol do placar eletrônico de São Januário, do lado de onde o atleta marcou o seu milésimo gol (contados desde a época de infantil, em 1979), cobrando pênalti, na tarde do domingo 20 de maio de 2004, diante do Sport Recife pelo Campeonato Brasileiro.
Beleza! Bem informativo. Só faltou dizer quem foi o escultor – com certeza, é para o leitor adivinhar.

                          CLUBE DE REGATAS BOLA DENTRO
 A edição Ano V,  Nº 19, de setembro/outubro de 1987, em sua terceira página traz um anúncio publicitário estrelado por uma atleta – vascaína, evidentemente –  vendendo a imagem da empresa Minasgás. Enquanto  anúncios produzidos pelas mais conceituadas agências publicitárias nunca citam o nome do atleta vendedor, sob o argumento de que ele é muito conhecido, o editor das revista vascaína balançou a rede. Colocou o nome da bela morena Márcia Regina Cunha, vascaína campeã mundial-1987. Passadas 30 temporadas, sem o nome dela destacado no anuncio, ninguém que o visse saberia quem é. Confere?

                                  BALL OFFSHORE CLUB
A magazine launched by Vasco da Gama, with the number 1 and as the name of "Cruzmaltino", in 2007, brings the statue of Romário on the cover and two internal pages (18/19) on the theme, entitled "A tribute More than fair. "Perfect! Romario deserves, as they deserve, also, Barbosa, Ademir Menezes, Bellini and Roberto Dinamite. The text of hmengem to the ace of the shirt 11 cruzmaltina cites that the monument was inaugurated on August 18, 2007, in bronze, and is behind the goal of the electronic scoreboard of San Januário, next to where the athlete scored his thousandth goal (Counted from the time of children, in 1979), taking a penalty, on the afternoon of Sunday, May 20, 2004, before the Sport Recive by the Casmpeonato Brasileiro.Beauty! Well informative. All that was left was to say who the sculptor was - surely, it is for the reader to guess.       


    BALL RACES INSIDE 
The year V edition, Nº 19, of September/October of 1987, in its third page brings an advertisement starring an athlete - vascaína, evidently - selling the image of the company Minasgás. While ads produced by the most respected advertising agencies never mention the name of the selling athlete, under the argument that he is well known, the editor of the Basque magazine rocked the network. He named the beautiful brunette Márcia Regina Cunha, Basque world champion-1987. After 30 seasons, without her name highlighted in the advertisement, no one who saw it would know who it is. Does it?



segunda-feira, 29 de abril de 2019

MUSAÇA VASCAÍNA DO DIA - PATINHA


Patrícia Monteiro é uma das mais belas musas da “Turma da Colina”. Seja nas cadeiras, ou nas arquibancadas, a sua energia contagia, o seu sorriso vence qualquer adversidade. Contando com a sua força, o time cruzmaltino já entra em campo na frente. O “Kike” a viu  embelezando o www.paraiba.com.br e reproduziu a sua foto, com os agradecimentos àquela galera, pra mater de inveja às torcidas que não contam com representantes tão lindas. O glorioso Club de Regats Vasco da Gama tem as mulheres mais + lindas do olimpo. Olhando em Patrícia, alguém duvida?
 
Patricia Monteiro is one of the most beautiful muses of "Class of the Hill." Be the chairs, or in the stands, his energy is contagious, his smile beats any adversity. Relying on its strength, cruzmaltino team has fielded in front. The "Kike" saw embellishing the www.paraiba.com.br and reproduced a picture, with thanks to that crowd, to mater of the twisted envy that do not have representatives so beautiful. The glorious Club of Regats Vasco da Gama has women more beautiful + of Olympus. Looking Patricia, anyone doubts?

domingo, 28 de abril de 2019

VASCO 1 X 4 ATLÉTICO-PR - brasileirão

                                                 FICHA TÉCNICA

28.04.2019 (domingo) VASCO 1 X 4 ATLÉTICO-PR - 1ª rodada do Campeonato Brasileiro Série-A. Local: Arena da Baixada, em Curitiba-PR. Juiz: Luiz Flavio de Oliveira-SP. Público: 12.939 presentes. Renda: não divulgada. Gols: Bruno Guimarães, aos 2, e Marco Ruben, aos 43 min do 1º tempo; Werley (contra), aos 20; Nikão, aos 40, e Bruno César, aos 44 min do 2° temo. VASCO: Alexander; Miranda (Bruno César), Werley e Ricardo; Cáceres, Raul, Lucas Mineiro, Danilo Barcelos e Yago Pikachu (Yan Sasse); Marrony e Maxi López (Ribamar). Técnico: Marcos Valadares. ATHLETICO-PR: Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Camacho (Wellington), Bruno Guimarães (Márcio Azevedo) e Tomás Andrade; Nikão, Rony e Marco Ruben (Marcelo Cirino. Técnico: Tiago Nunes.

13 - O DOMINGO É UMA MULHER BONITA. NATHÁLA, 'FESSORA' DE CORPO SARADÃO

Quem te viu, quem te vê! Esta é uma antiga "frase feita" que "cai, como uma luva" (vamos registrar a originalidade) na história de Nathália Tomazetti. Quando era uma "teenager", a rapaziada virava a cara quado ela pintava. "Ih! Lá vem passa-fome". E não era pra menos. Aos 17 de idade, a balança só registrava 43 quilinhos em sua conta. Que horror!  Não dava mesmo pra competir com as colegas. Então, os paqueradores partiam pra cima das amigas dela. Nathália era o "patinho feito" turma.
Pois bom, meu rei, como diriam os baianos: um dia Nathália cansou-se de ficar sendo olhada pelo retrovisor do carro dos namorados das amigas. Em 2010, passou a fazer musculação e foi parar na capa desta revista. Você já viu mulher feia estampando primeira página de jornal, ou de revista? Até de almanaque? Só se for em caso de crime que abala o Céu, ou se quebrar a baca do "Jogo do Bicho".  
Além de passar a parar transeuntes em avenidas, Nathália venceu o Concurso Garota Fitness-2013, disputa programada para distinguir um corpo delineado, sem exageros, padrão que não se encaixava nas avaliações das academias de fisiculturismo e nem em padrões de modelos fotográficos e de concursos de misses. 
Para ser "Garota Fitness", Nathália fazia refeições, de 3 e 3 horas, com baixa taxa de carboidratos, consumo mais de proteínas e deu um "chega pra lá" em sal, açúcar, gorduras ruins, frituras e leite integral.
Taí a receita para ficar bela e forte, da "fessora" - como falam as crianças dos primeiros tempos escolares. Bom domingo, moçada! 

Fotos reproduzidas da revista MF- Músculo + Força. Agradecimento deste blog, que não é comercial, mas só de divulgação esportiva, histórica  e cultural.

VASCO DAS PÁGINAS - PLACAR FLAGRA VAVÁ "RUBRO-NEGRANDO" NO CEARÁ


Edvlado Izídio Neto, o glorioso Vavá, centroavante dos times inesquecíveis do Vasco da Gama de 1956 e de 1958, já andou cometendo pecados que São Januário denunciou ao "Home lá de Riba". Tem cabimento, "kapranoiz", vascaínos, vestir uma camisa rubro-negra? Imperdoável! Se bem que vários carinhas da "Turma da Colina" andaram nas barabas de "São Tanais" e envergaram a jaqueta vermelha-e-preta, durante amistosos festivos de combinados Vasco-Flamengo. Por aí, até faz-se que nada aconteceu, pois em dia de muita cachaça dá pra virar a cara pro lado e deixar rolar. 
Vavá é um dos maiores batedoras na rede com a camisa também chamada de cruzmaltina, com 191 bolas no filó. Se não tivesse saído, para o espanhol. Atlético de Madrid, depois de voltar campeão da Cop doMundo-1958, certamente, duzentaria.   
Nesta sessão das antigas edições da revista paulistana "Placar'", da Editora Abri, ei-lo rubro-negrando , durante uma tertúlias no Ceará, com a rapaziada do Guarani, de Juazeiro do Norte. Dizem os linguarudos que Vavá só aceitou rubro-negrar atendendo a insistentes pedidos do "Padim Pade Ciço". No que, convenhamos ser verdade verdadeira. Acreditamos, Senhor! E "Glória a Deus" nos gramados!         

sábado, 27 de abril de 2019

MUSAS VASCAÍNAS DO DIA - GATAÇAÇAS

Parabéns! Você é um sortudo. Ao abrir o "Kike" e dar de vistas com três deusas, lindas torcedores cruzmaltinas, sinceramente, é qualquer coisa de....de.., ache o adjetivo.Vascaína não tem adjetivo. É muito mais bela do que a  beleza. As três fizeram ensaios paras a revista oficial do glorioso Club de Regatas Vasco das Gama e aqui se juntam em montagem que convida a ficar ligado na arquibancada da Colina.
 Mas, elas são vascaínas, ou cruzmaltinas? Discussão boba. São vascaínas porque a cruz que carregam em sus camisas e na bola é a Cruz da Ordem de Cristo, que o Rei Don Dinis mandava desfilar pelas velas dos navios portugueses. E são cruzmaltinas porque a Ordem de Malta usou, também, este símbolo. Portanto, tá tudo em casa. Confere?
 
Congratulations! You're a lucky man. When opening the "Kike" and giving of views with three goddesses, beautiful cruzmaltinas fans, sincerely, is anything from .... of ..., find the adjective. Vascaine has no adjective. It is much more beautiful than beauty. The three made rehearsals for the official magazine of the glorious Vasco das Gama Regattas Club and here they join in an assembly that invites you to stay connected in the bleachers of the Hill.
  But, are they vascains, or cruzmaltinas? Silly talk. They are Basque because the cross they carry on their shirts and ball is the Cross of the Order of Christ, which King Don Dinis ordered to parade through the sails of the Portuguese ships. And they are crossmalines because the Order of Malta also used this symbol. So it's all at home. Does it?

122 - O VENENO DO ESCORPIÃO -

 . AGUARDAR

sexta-feira, 26 de abril de 2019

HISTORI & LENDAS DA COLINA- FORÇA

     
1 - Na era velho Maracanã, o Vasco mostrava a força da sua galera, chegando a levar 94.500 pagantes à casa, diante do Santos, que só motivava o carioca na época do "Rei Pelé".
Rolou, por exemplo, em 28 de fevereiro de 1999, pelas finais do Torneio Rio-São Paulo, vencido pela moçada, com mais 2 x 1 em "Sampa". O "capita" Mauro Galvão, Juninho Pernambucano e Zezinho marcaram os gols para o time do técnico  Antônio Lopes, que escalou: Carlos Germano; Zé Maria, Odvan, Mauro Galvão e Felipe; Nasa, Paulo Miranda (Alex), Juninho e Ramon (Alex); Donizete e Luizão. 

2 - Em 1978, o zagueiro Rondinelli calou a torcida cruzmaltina, marcando o gol que deu o titulo estadual ao Flamengo. Pagou um pouco da dívida, em 1982, quando estava na "Turma da Colina" e, diante de 47.164 almas, deixou um tento para o "Almirante", em V asco 3 x 1 América. Antônio Lopes era o comando desta rapaziada: Mazaropi; Rosemiro, Rondinelli, Ivan e Pedrinho; Dudu (Da Costa), Marquinho e Serginho; Wilsinho, Cláudio Adão e Roberto Dinamite.
3 - Além do São Paulo Futebol Clube, o Vasco já encarou três outros clubes homônimos: o Railway e o da Floresta, ambos das capital paulista, e o de Rio Grande-RS. No primeiro, mandou 9 x 1, no único embate entre ambos,em 1945. Contra o segundo, em nove pegas, entre 1930 e 1934, foram cinco vitórias, um empate e três tombos. Já o gaúcho foi encarado em quatro amistosos, entre 1940 e 1977, com três vitórias e uma igualdade.
        IMAGEM REPRODUZIDA DE CAMPANHA DE TORCIDA

BLOG DAS MENINAS VASCAINÍSSIMAS

Os torcedores vascaínos são os mas criativos do futebol brasileiro. A cada dia apresentam novidades, impressionantes, mostrando artistas talentosíssimos. Esta é uma imagem que o "Kike" encontrou em seu "infalhável",  tradicional passeio matinal diário pela "The Net", postada pela turma do www.vascainasnatorcida.blogspot.com Cá pra nós: muito criativo, de tirar o chapéu, não é mesmo? Parabéns às pensadoras da página.
The Vasco da Gama fans are the most creative of brazilian football. Every day they present news, impressive, showing talented artists. For example, this is an art that the "Kike" found on his daily morning tour of "The Net", posted by the class of www.vascainatorcida.blogspot.com .Here for us: very creative, to take off his hat, is not it? Congratulations!

quinta-feira, 25 de abril de 2019

MUSA DO DIA DA COLINA - JAMJAM

Uma moldura do visitadíssimo francês museu do Louvre, de Paris, não é mesmo? Tão deslumbrante quanto a impressionante davinciana La Gioconda, convenhamos.
Só poderia ser uma cruzmaltina, não é mesmo? Ela é a modelo Jamila Sandoro, que o "Kike" viu no "facebook" da lindíssima jovem, que tem estrelado campanha espetaculares.
 Inteligente, ela leva a sua energia à galera do Vasco, sempre que os seus muitos compromissos profissionais lhe permitem. Com Jamila presente, a torcida fica mais bonita. Certo? Certíssimo!

A frame of the french LOUVRE MUSEUMis not itAs beautiful as La Giocondawe agreeAnd it could only be a cruzmaltina: a model Jamila Sandorothe "kike" saw the "facebook" of the beautiful young woman, who has starred spectacular campaign. Intelligent, it takes your energy to the crowd of Vasco, where professional commitments allow. Jamila With this, the crowd gets more beautifulRight? Right you are!

HISTORI & LENDAS DA COLINA - BAIXOLA

Em 1948, aconteceu Vasco 2 X 1 Southampton, da segunda divisão inglesa, em São Januário. Em 1949, no mesmo local, rolou Vasco 1 x 0 Arsenal, um dos times mais fortes do mundo e o primeiro da primeira divisão inglesa a visitar o Brasil.  O "Almirante” tocou um sambinha pra eles dançarem, no 25 de maio. Depois, Vasco e Arsenal voltaram a se encontrar, em 1951, goleada vascaína, por 4 x 0, no Maracanã,  em 1980, só 2 x 1, em Belgrado, na antiga Iugoslávia, hoje Sérvia.
             FREGUESIA INGLESA PENDURADA NO BOTECO DA COLINA

 ANO 2000 - Romário foi campeão da Taça Guanabara, com três gols em Vasco 5 x 1 Flamengo, na final. Na decisão da Copa Mercosul, em Vasco 4 x 3 Palmeiras, marcou mais três. Decidindo o Campeonato Brasileiro, fez um, contra o São Caetano. Grande temporada. Romário foi, ainda, artilheiro do Mundial de Clubes, do Torneio Rio-São Paulo, do Estadual-RJ (pela sétima vez e recorde na competição), e da Copa Mercosul. Ainda bateu o recorde de Roberto Dinamite, de 61 gols, em 1981, de maior artilheiro vascaíno em uma só temporada, com 67 tentos. Em 2001 , Romário marcou mais três gols em outro 5 x 1 sobre o Flamengo, como já ocorrera em 2000.
                       O ‘BAIXINHO” JOGAVA FUTEBOL DE GENTE GANDE

quarta-feira, 24 de abril de 2019

VASCO DA GAMA 2 X 1 SANTOS

Ricardo Graça comemora o seu gol, clicado por Rafael Ribeiro,
 de www.vasco.com.br,   
De nada adiantou esta vitória. O gol sofrido  no segundo tempo, por falha de marcação, valeu classificação ao Santos à próxima fase da Copa do Brasil, pois havia vencido o jogo de ida, na Vila Belmiro, o seu campo, por 2 x 0.
O  Vasco chegou a estar vencendo por 2 x 0, resultado que levaria a decisão da vaga para as cobranças de pênaltis. Agora, a rapaziada vai pegar pela frente o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada, no domingo, a partir das quatro da tarde, estreando no Campeonato Brasileiro-2019.
O primeiro golo saiu, aos 12 minutos, quando o santos entregou bola dominada.Lucas Mineiro lançou Maxi López, que tocou para trás, onde estasva Raul, que colocou a bola na rede: 1 x 0.  O segundo saiu aos 35. Foi cobrado escanteio, da direita,para o chamado segundo pau, isto é, pelo alto, e Ricardo Graça subiu para testar e balançar a rede: 2 x 0. 
Marcos Valadares, em foto de www.vasco.com.br,
 aprovou o rendimento da equipe


CONFIRA A FICHA TÉCNICA - 24.04.2019 (quarta-feira)- Vasco 2 x 1 Santos - jogo de volta da Copa do Brasil. Estádio: São Januário,-RJ Juiz: Rafael Traci-SC. Público: 8.859. Renda: R$ 181.098,00. Gols: Raul, aos 12 e  Ricardo Graça, aos 38 min do 1º; Jorge, aos 8 min do 2º tempo. VASCO: Fernando Miguel (Alexander); Raul Cáceres, Werley, Leandro Castán (Ricardo Graça) e Danilo Barcelos; Raul (Yan Sasse), Lucas Mineiro, Yago Pikachu e Lucas Santos; Marrony e Maxi López. Técnico: Marcos Valadares. SANTOS: Everson; Victor Ferraz, Felipe Aguilar, Gustavo Henrique e Jorge; Alison (Soteldo), Diego Pituca e Carlos Sánchez (Jean Lucas); Derlis, Jean Mota (Yuri) e Rodrygo Técnico: Jorge Sampaoli. OBS: Marcos Valadares esteve interino, substituindo o demitido Alberto Valentim. 

terça-feira, 23 de abril de 2019

HISTÓRIA DA HISTÓRIA - TETRACAMPEÃO

Djalma (D), ao lado de Tesourinha
 Vasco 3 x 2 Fluminense, em 7 de junho de 1947, valeu o tetra do Torneio Municipal-1944/1945/1946/1947, conquistado no estádio da Gávea, com gols de Djalma (2) e Lelé. Detalhe: um dos gols tricolores foi marcado por Ademir Menezes, que estava nas Laranjeiras por aquela época.
 O tetra chegou a São Januário com uma rodada de antecipação. O time era treinado por Flávio Costa e a rapaziada que abateu o Flu, em jogo apitado por Alberto da Gama Malcher e conferido por 7.498 almas, chamava-se: Barbosa; Augusto e Rafanelli; Ely, Danilo e Alfredo II; Djalma, Maneca, Friaça, Lelé e Chico.  
Aquela era a fase do "Expresso da Vitória" que vencia quase tudo o que disputava. A equipe fora montada pelo treinador uruguaio Ondino Viera e fez esta campanha para chegar ao tetra do Municipal:
13.041947 - Vasco 4 x 1 América; 20.04 - 8 x 0 Bangu;  27.04 - 6 x 1 Bonsucesso; 04.05 - 6 x 2 Olaria; 11.05 - 2 x 1 São Cristóvão; 17.05 - 5 x 0 Canto do Rio;  25.05 -  Vasco 2 x 2 Flamengo; 31.05 - 0 x 4 Botafogo; 07.06 - 3 x 2 Fluminense; 21.06.1947 - 4 x 2 Madureira.   

segunda-feira, 22 de abril de 2019

MUSA DO (KIKENAUTA) DO DIA DA COLINA

O vascaíno Manoel Pires postou a foto desta linda cruzmaltina, reafirmando que ela torce com o coração explodindo felicidade por fazer parte da "Turma da Colina".                                                                       De quebra, quando chega em casa após as       grandes vitórias da rapaziada, ela  coloca um CD para tocar e vai curtir o hino (não oficial), que o glorioso Lalá, isto é, Lamartine Babo, compôs e que tornou-se oficial, pois só ele é cantado e tocado em jogos da moçada.
  O blog do Manoel citou o nome da gatinha como sendo Carol Canoa. Poijz, poijz, ou Manel! Parabéns pela sua escolha e por informar o nome da gala, o que muitos não o fazem, mesmo diante de tanta beleza cruzmaltina.   
    Vascaíno Manoel Pires blog quoted the cat's name as Carol Canoa. Poijz, poijz, or Manel! Congratulations on your choice and for informing the name of the gala, which many do not, even in the face of so much beauty cruzmaltina. Of breaking, when she arrives in houses after the great victories of the boys, she puts a CD to touch and goes to enjoy the hymn (unofficial), that the glorious Lalá, that is to say, Lamartine Babo, composed and that became official, therefore Only he is sung and played in the games. But Manoel's blog did not name the kitten's name. Poijz, poijz, or Manel! Say the girl's grace, or dude! The galera who know who owns so much beauty, a fact common to all cruzmaltinas.

domingo, 21 de abril de 2019

O DOMINGO É UMA MULHER BONITA - CAROL, MODELO PARA ESTE PLANETA


  Carol Saraiva, treinadora, modelo fitness e mulher de Eduardo Correa, campeão mundial-2007, tem o corpo sonhado por 100 entre 100 mulheres do planeta. Com 1,69m de altura e pesando e 65 quilos, perfeitamente desenhados, ela não perde a feminilidade, como prova esta capa da revista MI-Muscle Inform.
 Na segunda-feira, ela faz crossfit. De terça-feira a domingo,  musculação. Sábado e segunda-feira, descanso da musculação. Mas a alimentação, também, entrou na receita de Carol para ser uma deusa de modelagem física.
Há algumas temporada, ela tinha uma dieta que hoje classifica por “terrível”. Consumia frituras e açúcar. Hoje, conforme conta, por entrevistas à imprensa, faz sete refeições diárias, a cada três horas, tendo por base salmão, frango, carne vermelha, claras de ovos, vegetais/salada, aveia, macarrão, arroz branco, pão branco, aipim, batata-doce e inglesa.

Carol Saraiva, coach, fitness model and wife of Eduardo Correa, 2007 world champion, has the body dreamed by 100 out of 100 women on the planet. With 1.69m in height and weighing 65 kilos, perfectly designed, she does not lose her femininity, as evidenced by this cover of the magazine MI-Muscle Inform.
Reprodução de facebook- Agradecimento deste site que não é comercial,
mas só de divulgação de história esportiva e cultural,
  On Monday, she does crossfit. From Tuesday to Sunday, bodybuilding. Saturday and Monday, rest of the bodybuilding. But food, too, went into Carol's recipe to be a goddess of physical modeling.
There are some season, she had a diet that today ranks as "terrible." It consumes fried foods and sugar. 
Today, according to account, by means of press interviews, he makes seven meals a day, every three hours, based on salmon, chicken, red meat, egg whites, vegetables / salad, oats, pasta, white rice, white bread, sweet potatoes and english.

sábado, 20 de abril de 2019

TRAGÉDIAS DA COLINA - VALDIRAM

O site NetVasco esta  informando que aquele atacante que tanto sucesso fez  junto à "Turma da Colina", deixou de ser um ser material, hoje. Valdiram estava com 36 de idade e seu corpo foi identificado, em São Paulo, sem se saber ainda as causas que o levaram para a vida espiritual.
Valdiam em foto Vasco/Divulgação
NetVasco lembra ter Valdiram chegado a São Januário, em 2006, procedente do gaúcho Esportivo, tendo, rapidamente, caído nas graças da torcida, devido ao futebol insinuante. Razão de ter-se tornado artilheiro da Copa do Brasil da mesma temporada e que valeu o vice ao "Almirante". Ficou pela Colina até  2007. 
Também segundo NetVasco, em fevereiro de 2018, "ao tomar conhecimento de que Valdiram vinha dormindo na rua, após dar como vencida uma batalha contra as drogas e o alcoolismo, o Vasco da Gama conseguiu, junto a uma conceituada clínica médica do Rio de Janeiro, que o seu ex-jogador pudesse se tratar, gratuitamente, e retomar a vida. Valdiram ficou internado durante quatro meses, deixando a casa de saúde no dia 23 de junho", conta a página eletrônica. Abaixo, um gol marcado por Valdiram, reproduzido de NetVasco.
https://vasconoticias.com.br/noticias/video-relembre-gols-e-jogadas-de-valdiram.html

GAMA CAMPEÃO CANDANGO-2019


Para ser campeão (invicto) do Candangão-2019, por empate (pela 12ª vez), o time gamense foi favorecido pelos 3 x 1 do primeiro jogo, há uma semana, no mesmo Mané Garrincha. Foram 80 jogos e 12 equipes disputando este campeonato.
No primeiro tempo, o “Periquito” abriu um gol de frente, marcado por Tarta, e ampliou no início da etapa final, por Gilsinho, mas deixou o “Jacaré” igualar a conta.
 O primeiro tento foi um golaço, com Tarta pegando forte, de fora da área, no rumo das traves do lado da Asa Norte, aos 18 minutos. No segundo, aos 10, Gilsinho trabalhou a bola pela entrada da área do “Jaca”, pela esquerda, e bateu para o canto direito do goleiro Sucuri, do lado da Asa Sul.
CONFIRA A FICHA TÉCNICA – 20.04.2019 (quarta-feira) – Gama 2 x 2 Brasiliense. Finalíssima do Candangão. Estádio: Mané Garrincha. Juiz: Sávio Sampaio.  Público: 14.136 pagantes. Renda: R$ 254.116,00. Gols: : Michel Platini, aos 12, e Maikon Leite, aos 32 min do 2 tempo. GAMA:  
Rodrigo Calaça; Felipe Tavares, Gustavo, Emerson, Mário Henrique (Cleidson); Wagner Balotelli, Tarta, Gilsinho (Tiago Gaúcho); Vitor Xavier (Wisman), Jefferson Maranhão e Nunes. Técnico: Vilson Tadei. BRASILIENSE: Felipe; Alex Murici, Lúcio, Badhuga e Romano; Dudu (Reinaldo), Aldo (Romarinho) e Morais; Maikon Leite, Erick Flores (Peninha) e Michel Platini. Técnico: Ricardo Antônio.
Reproduzido do site oficial do clube - Agradecimento

CAMPANHA DO 'PERIQUITÃO' FERÃO


26.01.2019 (sábado) – Gama 5 x 0 Bolamense - 1º rodada do Campeonato Candango. Estádio: Bezerrão. Juiz:  Vaderlei Soares. Público: 1.889 pagantes. Renda: R$ 21.570,00. Gols: Tarta, aos 10 e aos 17 min do 1º tempo;  Jefferson Maranhão, aos 23, 27 e 30 min do 2º tempo.  GAMA: Rodrigo Calaça; Alex Santos, Emerson, Samuel (Gustavo Henrique) e Mário Henrique; Tarta, Gilsinho (Júlio César) e Norton (Wanderson); Jefferson Maranhão, Victor Xavier e Wisman. Técnco: Vilson Tadei. BOLAMENSE: Kaiky; Danick (César Klemerson), Davi, Edson Negão e Michel; Ismar, Igor (João Paulo), Lucas Kattah e Max; Alessandro e Yuri (ZéVictor).Técnico: Alencar. OBS: aos 29 do segundo tempo, o goleiro Calaça defendeu pênalti, a bola bateu na sua trave esquerda, gerou contra-ataque e Jefferson Maranhão marcou o seu terceiro tento, em sete minutos. Foi o segundo jogo do confronto, iniciado em 2018.

30.01.2019 (quarta-feira) – Gama 1 x 0 Paracatu-MG. 2ª rodada. Estádio: Frei Norberto, em Prtacabu-MG. Árbitro: Sávio Sampaio. Públicoi: 700 pagantes. Renda: R$ 700,00. Gol: Gilsinho, a 47min do 2 tempo. GAMA: Riodrigo Calaça; Alex Santos, Samuel,  Emerson e Mário Hernrique; Thiago Gaúcho (Lucas Dias), Tarta Gilsinho (Balotelli); Jefferson Maranhão), Victor Xavier (Júlio Céssar) e Wisman. Técnico: Vílson Tadei. OBS: O pega vem de 2015, com quatro Gama na frente do placar e três vezes batido. Os gameses foram por 10 vezes à rede dos mineiros e apanharam oito bolas no filé em oito.
  
03.01.2019 – (domingo) - Gama 2 x 0 Capital  - 3ª rodada. Estádio: Bezerrão. Público: 2.296 pagantes. Renda: R$ 3.400.00. Gols: Jefferson Maranhãom, aos 33 min do 1 tempo, e Victor Xavier, aos 42 min do 2 tempo. GAMA: Calaça;  Alex Santos, Samuel, Emerson e Mário Henrique; Thiago Gaúcho (Balotelli), Tarta e Gilsinho (Wandrson); Jefferson Maranhão (Nunes), Victor Xavier e Wisman. Técnico: Vílson Tadei. OBS: oito jogos (dois amistosos – Gama 2 x 0 e 3 x 0), com cinco vitórias do “Periquito”, dois empates e uma rasteirada do rival, desde 2006.

09.02.2019 (sábado) – Gama 3 x 0 Santa Maria – 4ª rodada. Estádio: Bezerrão. Juiz: Almir Camargo. Público pagante: 2.015. Renda: R$ 22.650,00. Gols: Wisman, aos 23; Tarta. Aos 24, e Victor Xavier, aos 25 min do 1 empo. GAMA: Calaça; Alex Santos, Emerson, Samuel e Mário Henrique; Thiago Gaúcho (Balotelli), Tarta e Gílsinho; Jefferson Maranhão, Victor Xavier (Nunes) e Wisman (Wandrson). Técnico: Vílson Tadei. OBS: em 10 puganas, os gamenses venceram oito e empataram dois. Primeiro jogo em 16.01.2005, na estreia dos santa-marienses no Candangão, quando o Gama mandou 3 x 1. Maior goleadas: Gama 5 x 2, em 2018.  Em oito vitórias e dois empates, o Gama marcou 21 e levou sete gols gols.

16.02.2019 - (sábado) - Gama 2 x 2 Luziânia-GO. 5ª rodada. Estádio: Bezerrão. Juiz: Christiano Gayio. Público: 1.840 pagantes. Renda: R$ 25.410,00. Gols: Victor Xaviera, aos 14 in do 1 tempo, e Dedé (contra), aos 36 min do 2 tempo. Gama: Calaça; Felipe Tavares, Samuel, Emerson e Mário Henrique; Wagner, Tarta e Gilsinho (Lucas Dias); Victor Xavier, Jefferson Maranhão e Nunes. Técico: Vilson Tadei. OBS: desde 10.03.1996, são 35 jogos, com 17 Gama positivo, empatando 11 e escorregando em sete oportunidades. Os gamenses marcaram 40 e levaram 28 bolas na rede.
...................................................................................................................................................................
20.02.2029 0 Jogo-treino Gama 8 x 0 Ceilandense, com Júlio César (5), Lúcio, Lucas Tavares e Mateus marcando os gols dos que não atuaram nos 2 x 2 Luziânia. O time: Bismark (Marcos);  Andrey, Gusttavo e Cleidson; Lucas Dias, Filipe  Werley e Waderson; Lucas Tavares, Mateus e Julio Cesar. O meia Gabriel entrou na segunda fase.     
.................................................................................................................................................................. 
                  
24.02.1019 (domingo). Gama 2 x 1 Formosa – 6ª rodada do Campeonato Candango. Estádio: Diogão, em Formosa-GO. Juiz: Rodrigo Raposo. Público e renda: não divulgados. Gols: Jefferson Maranhão, aos 33 min do 1º tempo, e Nunes, aos 41 do 2º. GAMA: Calaça; Lucas Dias, Samuel (Gustavo), Emerson e Mário Henrique (Cleidson); Tiago Gaúcho, Tarta e Gilsinho (Wisman); Jeferson Maranhão, Vitor Xavier e Nunes. Técnico: Vílson Tadei. OBS: são 16 jogos, com nove vitórias gamenses, três empates e quatro quedas, com os alviverdes marcando 26 e levando 16 gols. Maior placar, Gama 5 x 3, em 2011, no Bezerrão. O primeiro jogo entre ambos foi amistoso, em 21.11.1999, na entrega das faixas aos formosenses campeões candangos da Série B.nes (41'/2T) para o Gama; Jessuí (9'/1T) para o Formosa
Público: Renda: Gols: Gama: OBS: são 16 jogos, com nove vitórias gamenses, três empates e quatro quedas, com os alviverdes marcando 26 e levando 16 gols. Mairo placar, Gama 5 x 3, em 2011, no Bezerrão. O primeiro jogo entre ambos foi amistoso, em 21.11.1999, na entrega das faixas aos formosenses campeões candangos da Série B.

09.03.2019 (sábado) – Gama 1 x 0 Ceilâdia - 7ª rodada. Estádio: Abadião, em Ceilândia. Juiz: Almir Camargo. Público: 500 pagantes. Renda: R$ 3.890,00. Gol: Nunes, aos 12 min do 2º tempo. GAMA: Rodrigo Calaça; Alex Santos, Emerson, Gustavo e Mário Henrique; Wagner (Wanderson), Tarta e Gilsinho (Filipe Werley); Jefferson Maranhão (Wisman), Vitor Xavier e Nunes. Técnico: Vílson Tadei. OBS: 80º jogo entre os dois clubes, desde 6 de julho de 1980, quando o Gama mandou 3 x 0 (Lino (2) e Fantato), dirigidos por Jaime dos Santos, no Bezerrão. O Ceilândia, surgido em 1979, estreava no Candangão. Agora, o pega tem 32 vitórias gamenses, 28 empates e 19 escorregadas. Foram 110 gols marcados e 74 levados, com a maior goleada tendo sido Gama 5 x 1, em 15.09.1991 e em 17.03.1996.

13.03.2109 (quarta-feira) – Gama 4 x 1 Sobradinho - 8ª rodada. Estádio: Bezerrão: Público: 1.930 pagantes. Renda: R$ 20.003,00. Gols: Tarta, as 32; Nunes (pen), aos 39 min do 1º tempo; Tiago Gaúcho, aos 7, e Nunes, aos 9 min do 2º tempo. GAMA: Calaça; Alex Santos, Emerson, Gustavo e Mário Henrique; Wagner (Gilsinho),Tiago Gaúcho e Tarta; Vitor Xavier (Wisman), Nunes (Betinho) e Jefferson Msranhão. Técnico: Vílson Tadei. OBS: 90º encontro da dupla, desde 17 de setembro de 1978, no Bezerrão, com Gama 1 x 0 e gol do zagueiro Manoel Silva. Os gamenses já venceram 42, empataram 29 e perdram 17. Marcaram 122 e levaram 65 gols. A mairo golada foi Gama 7 x 0, em 21 de maio de 2.000, no Estádio Augustinho Lima, a casa do adversário.

17.03.2-019 (domingo) Gama 1 X 0 Brasiliense - 9ª rodada. Estádio: Bezerrão. Juiz: Rodrigo Raposo. Público: 9.1554 pagantes. Renda: R$ 112.550,00. Gol: Nunes, os 21 min do 2º tempo GAMA: Rodrigo Calaç; Alex Santos (Lúcio), Gustavo Emerson e Mário Henrique; Tiago Gaúcho (Wisman), Tarta e Gilsinho (Wagner); Jefferson Maranhão, Victor Xavier e Nunes. Técnico: Vílson Tadei. OBS: o confronto começou em 18 de fevereiro de 2001, com Jacaré 3 x 1, estreando na Séria A candanga. No mesmo 2001, o Gama mandou 3 x 2, no Bezerrão, primeira vitória em casa, onde, em 20 jogos, já são oito vitórias, seis empates e seis quedas, O eriquito, também, já marcou 28 gols e levou 26. A maior goleada gamense foi 4 x 1, da final do Candangão-2003.Entre 2002 e 2005, o Gama segurou quatro temporadas de invencibilidade, em casa, sobre o rival.   

20.03.2019 – (quarta-feira) -  Gama 1 X 0 Real - 10ª rodada. Estádio: Mané Garrincha. Público: 778 pagantes. Renda: R$ 5.980,00. Gol: Gustavo, aos 35 min do 2º tempo. GAMA: Calaça; Felipe, Gustavo, Emerson e Mário Henrique; Tigo Gúcho (Wagner Balotelli), Tarta (Wisman) e Gilsinho; Vitor Xavier, Jefferson Maranhão e Nunes. Técnico: Vílson Taadei.  OBS: terceiro jogo entre Gama x Real-, este fundado em 2017,  desde 1º de abril de 2017. Os placares dos dois jogos anteriores foram 2 x 2 e Gama 1 x 0.  

30.03.2019 – (sábado) - Gama 1 x 1 Formosa-GO - quartas-de-finais. Estádio: Bezerrão. Juiz: Público: 2.788 pagantes (3.207 presentes). Renda: R$ 46.020,00. Gol: Felipe Tavares, aos 43 min do 1º tempo. GAMA: Calaça; Felipe Tavares, Gustavo, Emerson e Mário Henrique; Tiago Gaúcho (Gilsinho), Wagner e Tarta (Felipe Werley); Betinho, Jefferson Maranhão (Wisman) e Victor Xavier. Técnico: Vilson Tadei.


04.04.2019 (quinta-reira) – Gama 2 x 1 Real. Semifinais. Estádio Mané Garrincha. Juiz: Almir Camargo. Público: Público: 1.776 pagantes  Renda: R$ 26.300,00. Gols: Mário Henrique, aos 19 min do 1º tempo, e Emerson, aos 27 do 2º tempo. GAMA: Calaça; Felipe Tavares, Emerson, Gustavo e Mário Henrique; Wagner, Tarta (Júlio César) e Gilsinho (Wanderson); Wisman, Jefferson Maranhão (Felipe Werley) e Nunes. Técnico: Vilson Tadei. 
07.04.2019 (domingo) – Gama  1 x 0 Real. Semifinais. Estádio: Bezerrão. Juiz: Público: 4.511 pagantes (5.145 presentes). Renda: R$ 66.320,00. Gol: Tarta, aos  39 min do 1º tempo. GAMA: Calaça; Felipe Tavares, Emerson, Gustavo e Mário Henrique; Wagner, Tarta e Gilsinho (Wanderson); Nunes (Betinho), Wisman e Jefferson Maranhão. Técnico: Vilson Tadei.

13.04.2019 (sábado) – Gama 3 x 1 Brasiliense - 1º jogo das finais. Estádio: Mané Garrincha. Juiz: Cristiano Gayo. Público: 9.040. Renda: R$ 108.434,00. Gols: Victor Xavier, aos 15; Badhuga, aos 20 (Bras) e Jefferson Maranhão, aos 32 min do 1º tempo; Emerson, aos 21 min do 2º tempo. Gama: Calaça; Felipe Tavares, Emerson, Gustavo e Mário Henrique; Tarta, Wagner e Gilsinho (Samuel); Victor Xavier (Wisman), Nunes (Felipe Werley) e Jeffeerson Maranhão. Ténico: Vilson Tadei.


20.04.2019 (sábado) – Gama 2 x 2 Brasiliense. Finalíssima. Estádio: Mané Garrincha. Juiz: Sávio Sampaio.  Público: 14.136 pagantes. Renda: R$ 254.116,00. Gols: : Michel Platini, aos 12, e Maikon Leite, aos 32 min do 2 tempo. GAMA: Rodrigo Calaça; Felipe Tavares, Gustavo, Emerson, Mário Henrique (Cleidson); Wagner Balotelli, Tarta, Gilsinho (Tiago Gaúcho); Vitor Xavier (Wisman), Jefferson Maranhão e Nunes. Técnico: Vilson Tadei. BRASILIENSE: Felipe; Alex Murici, Lúcio, Badhuga e Romano; Dudu (Reinaldo), Aldo (Romarinho) e Morais; Maikon Leite, Erick Flores (Peninha) e Michel Platini. Técnico: Ricardo Antônio.

O VENENO DO ESCORPIÃO - O DIA EM QUE A MARQUESA DE SANTOS FOI ENCOSTADA NA PAREDE PELA "OPERAÇÃO LAVA JATO"

121 -  O espírito da Marquesa de Santos resolveu dar um chego em um terreiro de Brasília, pra ver como andava o seu ex-mundo, após um século de ausência. Malmente chegou, foi instada, por um Oficial de Justiça, a comparecer à Polícia Federal e a depor na Operação Lava Jato.
Sem problemas! O espírito Domitila de Castro e Canto pintou na área e foi cobrado pelo Delegado:
- A senhora é acusada de corrupção, de ser uma propineira.
-  Nesse caso, cobrem do meu amante, o Imperador Dom Pedro I, pois tudo o que eu fiz foi com a ajuda dele. Não nego que mordi muita grana, indicando gente para cargos imperiais. Mas foi só uma graninha que, hoje, seria uma merrequinha, em relação ao que a rapaziada mordeu.

Se Domitila era esta gataça toda, como
no desenho da capa deste livro. Dom Pedro
tinha mais era que...

- Mesmo assim, Marquesa: crime é crime, em qualquer época.  Está na lei e deve ser apurado.
- Mas está mais do que apurado, senhor Delegado. Todo o Império sabia das minhas mutretas. Só não sabia, quem não queria saber. Consta-se nos melhores livros de História do Brasil.
- A obrigação da Polícia, minha gloriosa Marquesa, não é ler livros de História, mas apurar denúncias recebidas, como esta contra Vosmecê.
- Então comece, Delegado, fazendo a conversão, de contos de réis para os seus atuais reais e vejamos em quanto meti na boca do cofre. Se o senhor não tiver um economista de plantão, posso voltar ao terreiro e invocar o espírito de Ruy Barbosa, que foi o inventor da inflação brasileira, em temos republicanos. Pediremos ao baiano um diagnóstico da curva inflacionária, do meu tempo para cá.
O Delegado concordou, o espírito da Marquesa voltou ao terreiro, contatou o de Ruy e voltou com os números para apresenta-los à Operação Lava Jato. Após o o homem examina-los, ela disse:
- Como o senhor lê, Delegado, o que propinei não daria hoje pra comprar dois pasteis e um caldo de cana, se comparado ao que os caras presos pela Lava Jato morderam. Portanto, quero um troco. O quanto antes. Caso contrário, escreverei uma carta ao Papa, pedindo a minha santificação. Sou um santa.
Domitila escreveu ao Papa Pio 12, que não surtou e nem assustou-se com a inusitada proposta, a primeira, naquele sentido, recebida pela Madre Igreja Católica Apostólica Romana. Pensou alto:
- Santificar uma mulher que vivia amasiada com um homem casado! Ainda mais, que prevaricava o fundo do cofre! Nenhuma chance! Mas, para não dizerem que sou um sujeito mau caráter, vou levar em conta que Madalena, acusada de ser uma prostituta, terminou santificada.
... ser um vampirão e chupar todo o sangue
dela, como sugere esta capa de livro.
PIO 12 CONVOCOU um concílio e colocou em discussão o pedido da Marquesa de Santos. Não houve acordo durante as discussões e ele interrompeu, “sine die”, a resposta. Ante a demora de a Marquesa levar a postura papal ao Delegado da Lava Jato, este voltou a convoca-la para novos depoimentos. E Domitila voltou a tirar o corpo fora, responsabilizando Pedro I por autor do propinoduto.
Diante do exposto, o Delegado chamou um policial e ordenou-lhe colocar tornozeleira eletrônica no espírito da Marquesa. A librou, para ficar em prisão domiciliar e com a missão de voltar ao além e levar uma intimação ao Imperador.
Bola fora do Delegado. Dom Pedro I veio depor e aproveitou a viagem para e executar o seu esporte predileto, traçar tudo quando era mulher que pintasse pela sua frente. E a do Delegado foi um delas.
LEVADO ÀS RESPONSAS, o espírito do Imperador preso julgado, considerado culpado e condenado a um time de temporadas na cadeia. Antes de ser julgado, ele cobrou do Juiz:
- O senhor não tem moral pra me esculhambar. É pago pra morar em sua casa.
- Recebo grana pra isso, sim, mas de forma legal.
- Legal,  mas imoral.

Dom Pedro recorreu, mas terminou foi vendo a sua pena aumentada e perdendo o direito de continuar sendo o Imperador do Brasil. Como havia abdicado em favor do seu filho Pedro II, os ministros do principal tribunal do Brasil estenderam o castigo ao Pedrinho,  seu filho, tomando por base a propriedade transitiva da Matemática.
Ao saber daquele rolo todo, o marechal Deodoro da Fonseca, compareceu ao mesmo terreiro visitado por Domitila de Castro e Canto e, depois de examinar como andava o Brasil republicano, ficou em dúvida se deveria, ou não, desproclamar a República. Foi convencido pela Marquesa de Santos a fazê-lo:
- Qual é, Marechal! Vamos nessa. No mais, é só deixar por minha conta, que eu curo a sua falta de ar. E de outras coisas. Não curei a epilepsia de Dom Pedro I? Perto de mim, ele sempre deu no couro, nunca escorregou no caroço do abacate.
Deodoro analisou a possibilidade de
desproclamar a República
DIZEM OS ESPÍRITAS que a Marquesa de Santos não conseguiu prevaricar com Deodoro, por que o “Marechal de Ferro”, Floriano Peixoto, o seu vice, ficou com ciúmes o obrigou  renunciar, mostrando-lhe a ponta de sua espada. 
De outra parte, a Federação dos Propineiros do Brasil a homenageou como a sua presidência de honra e o Papa Pio 12 lavrou a sua santificação. Afinal, ela era uma santinha, em ralação ao que a rapaziada presa pela Lava havia propinado na atual encarnação.
Passado um tempo, a Justiça do Brasil reviu a condenação ao Imperador e o perdoou. Domitila veio para a solenidade de recuperação do moral do amante. Depois, rolou uma festa, com ele tocando violino e músicas de sua autoria. Ao final de tudo, os dois foram saindo de cena, no terreiro espírita, abraçados, com Pedro I passando a mão na bunda dela.