Vasco

Vasco

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

UM MARCIANO APRONTA NA COLINA

Reprodução de capa de disco
Anotado nos registros dos 18 de fevereiro: 18008 - Dom João VI criava a Escola de Medicina da Bahia, a primeira do Brasil; 1930 - Clyde Tombaugh (1906 a 1997), astrônomo norte-Americano, descobria Plutão; em 1942, o durante a II Guerra Mundial, o navio brasileiro Olinda foi torpedeado na costa da Virgínia-USA.
 Nasceram  na data: Enzo Ferrari, automobilista e empresário italiano (1898 a 1988); 1933 - Yoko Ono, cantora e artista plástica japonesa; 1945 - Edir Macedo, religioso e empresário brasileiro; 1954 - John Travolta, ator norte-americano; 1957 - Christiane Torloni, atriz brasileira; 1977 - Kátia Cilene, cantora dos tempos do iê-iê-iê.  
Entre quem já vestiu a jaqueta vascaína, chegaram nos 18 de fevereiro: 1967 - o zagueiro Marco Aurélio Cunha dos Santos, deixado pela Dona Cegonha, no Rio de Janeiro, para ser campeão do Estadual-RJ-1988 e do Brasileirão-1989. Disputou 55 pugnas pela Turma da Colina e marcou um gol.
 Em 1978, quem chegou, na mesma cidade, foi o atacante Fabrício Carvalho Pereira. Revelado nas bases do Vasco da Gama, ficou pela Colina durante cinco temporadas, de 1996 a 2001, tendo sido promovido a profissional em 1997. Em 1999, fez o passe passe para Edmundo marcar o gol de número 6 mil da história do futebol vascaíno
O golaço de bicicleta de Walter
Nas tabuletas da história, uma das celebrações dos 18 fevêra chama-se Basco 3 x 1 Bonsucesso, de virada, pelo Campeonato Carioca-1956 - Bonsuça havia aberto o placar aos 55 segundos. 
O cara da foto (C) é Válter Marciano, autor de dois tentos, o segundo de bicicleta, como você vê na outra foto - reproduzida de Manchete Esportiva
 Hélio; Paulinho de Almeida e Haroldo; Laerte, Orlando e Beto; Sabará, Válter, Pinga, Alvinho e Parodi foi a Turma do Válter. 
Válter entre o presidente Pires do técnico Flávio Costa (D)
Em um  18 de fevereiro, em 2004, o Vasco da Gama atuou sob um dos menores públicos de sua história. 
Em noite de quarta-feira, em São Januário, mandou 5 x 0 Flamengo-PI, assistido por apenas 418 pagantes, o que fez o tutu da pugna não pagar as bolas do prélio pela Copa do Brasil.  
Marcelinho Carioca, Morais, Ygor, Valdir Bigode e Victor Boleta foram os matadores de piauienses, a mando do chefe Geninho, que mandou pro relvado:  Fábio, Claudemir, Wescley (Fabiano), Santiago (Coutinho) e Victor Boleta; Ygor, Rodrigo Souto, Morais (Léo Macaé), e Robson Luis; Marcelinho Carioca e Valdir Bigode.
No 18 de fevereiro de 2009, o raio caiu, pela segunda vez,  nos costados dos rubro-negros de Teresina: Vasco 4 x 1, novamente, pela Copa do Brasil, mas no terreiro dos nordestinos, o Estádio Alberto Silva, em Teresina,  com o técnico Dorival Júnior escalando Jéferson, Élton (2) e Paulo Sérgio pra bater na rede -  Tiago; Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Ramon; Amaral, Nilton, Jéferson (Mateus) e Carlos Alberto (Alex Teixeira); Rodrigo Pimpão (Faioli) e Élton foi a tripulação da nau do Almirante. 
Em 2012, pela Taça Guanabara, placar  magrinho: Vasco 1 x 0 Boavista, com gol por Kim e o chefe Cristóvão Borges usando time misto para ser visto por 1.743 pagantes - Fernando Prass; Fagner, Renato Silva, Douglas e Max; Nilton, Eduardo Costa, Diego Rosa e Diego Souza (Jonathan); Willian Barbio (Johncley) e Alecsandro (Kim) atuaram.


A MUSA DO dIA DA COLINA - FONFON

Você  confere a beleza, o charme  da bela e inteligente – como grande torcedora cruzmaltina – e muito trabalhadora modelo Patrícia Fonseca.
Gata braZuca, moreníssima, quando ela tem um tempinho para ir ao clube, pegar um sol, não deixa de levar uma jaqueta do glorioso Club de Regatas Vasco da Gama.
Ela encanta e arrasa, com a sua simpatia. Defeito de fábrica, dizen os vizinhos,
De sua parte, o Kike a viu deslumbrantísima, íssima, íssima,  em   www.musasfc.blogspot.com

You give the beauty of the most intelligent - as a cruzmaltina fan - and a very hardworking Patrícia Fonseca model. Very Brazilian, very moreníssima, when her model agenda allows to spend that time, she goes to the club, to get a sun, and does not stop to take a jacket of the glorious Club of Regatas Vasco da Gama. It enchants, it destroys, with its sympathy. "Factory defect'". Kike saw it on www.musasfc.blogspot.com

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

DOIS BAIXINHOS E UMA BICICLETA

Juninho e Romario reproduzido de  www.torcedoresdovasco.com.br

Dois baixinhos e uma bicicleta. O que rola? Dois garotos brincando, ou um pedindo ao outro para dar uma voltinha. Certo? Nada disso. Juninho (Giroldo) Paulista complementando cruzamento, por Clébson, e marcando gol de bicicleta, para, depois, Romário fazer mais dois e escrever  Vasco da Gama 3 x 1 Cabofriense, em São Januário, pela Taça Guanabara-2001. 
Para aquele passeio ciclístico, o chefe Joel Santana convocou: Hélton; Clébson (Maricá), Geder, Alexandre Torres e Jorginho Paulista; Henrique (Léo), Nasa, Juninho Paulista e Pedrinho; Romário e Euller (Viola). 
Naquele dia, Romário perdeu dois pênaltis, pela primeira vez: no primeiro, o goleiro defendeu e a bola ainda bateu na trave; no segundo, o goleiro, novamente, defendeu. Também, no dia, Romário chegou aos 71 gols, em 71 jogos, desde que trocara o Flamengo pelo Vasco, em dezembro de 1999 (sem contar os jogos pela Seleção Brasileira).
No 17 de fevereiro de 2002,  Vasco  3 x 0 Americano, também em São Januário, pelo Torneio Rio-São Paulo, fez mais dois (André Silva o outro), mas desta vez a mando do chefe Evaristo de Macedo, que comandava: Hélton; Leonardo Moura, Géder, João Carlos e André Silva (Alex Oliveira); Bóvio, Rodrigo Souto, Léo Lima (Souza) e Felipe (Fabão); Ely Thadeu e Romáriode André Silva, aos 3 da etapa final, marcaram. Evaristo de Macedo treinava o Vasco, que foi: Hélton; Leonardo Moura, Géder, João Carlos e André Silva (Alex Oliveira); Bóvio, Rodrigo Souto, Léo Lima (Souza) e Felipe (Fabão); Ely Thadeu e Romário.
Enquanto isso, em 17 do fevera de 1973, não rolou vitória, mas foi como se tivesse rlado: Vasco 0 x 0 América-RJ valeu o caneco do Torneio Erasmo Martins Pedro, em São Januário. A competição teve, ainda Botafogo e Flamengo, e a Turma da Colina faturou a disputas, diante de 2.252 pagantes, contando com: Andrada; Paulo César, Miguel, Moisés e Pedrinho; Alcir e Zanata; Jorginho Carvoeiro (Luis Carlos, Roberto Dinamite (Luis Fumanchu), Tostão e Dé.
Léo Gago, reproduzido de www.netvasco - agradecimento
Em 1972, as vendas acumuladas do Volkswagen Fusca excediam |as do Ford Model T. Nasciam: 1836Gustavo Adolfo Bécquer, poeta espanhol (1836 a 1870) e Gustavo Sondermann, automobilista brasileiro  (1982 a  2011).  Em 1933, foi publicada, pela primeira vez a revista Newsweek, nos Estados Unidos.
Entre os vascaínos, os aniversariantes do dia são: Francisco Chagas Eloi, meio-campista nascido, em 1955, em Andradina-SP, e que jogou pela Turma 
De sua parte, Leonardo David de Moura, o o Léo Gago, nascido em 1983, em Campinas-SP, era meia, também, e fez 24 jogos e cinco gols pelo Vasco. Tem o título de campeão da Copa da Horam, disputada em Santa Catarina, em 2010.  

domingo, 16 de fevereiro de 2020

QUANDO O 'ALMIRA' FEZ O GATO DE RATO


O Dinamite reproduzido do
arquivo do Jornal de Brasília
Três explosões derrubam a cidadela (como diriam os locutores de antigamente) do Goiytacaz-RJ. Naquele dia, na Colina, o Almirante foi à caça com Dinamite, um Baixinho e ainda um Gersinho.
Valeu pela primeira rodada do turno do Estadual-RJ-1986, no 16 de fevera, com a rapaziada sapecando 6 x 1 no visitante, diante do testemunho de 6.893 almas que assistiram ao massacre perpetrado por: Acácio; Paulo Roberto, Donato, Moroni e Lira, Vítor, Mazinho e Gersinho; Mauricinho, Roberto Dinamite e Romário.
Como o goleiro do Goyta chamava-se Gato Félix, logo, a Turma da Colina fez o gato de rato e São Januário foi uma verdadeira ratoeira.
Bater em desafetos por muitas pelotas na caçapa, nos 16 de fevereiro, não era novidade, para a moçada. Uma temporada antes, pelo primeiro turno do mesmo Estadual-RJ, o Almira mandou 5 x 3 Fluminense, no Maracanã, sob os aplausos de 18.159 pagantes,  tirando, é claro, as mãos da tricolada.
Digamos que, já na primeira etapa, o time tricolor começou a assistir a “sessão-tortura” de um sábado. Primeiramente, Cláudio Adão arrancou a primeira costela dos tricolores.
Reprodução de cartaz/divulgação
 Depois, o Dinamite explodiu a segunda e a terceira, deixando que Rômulo, n  segundo tempo, quebrasse a terceira. Por fim, o mesmo Roberto Dinamite mostrou que estava por ali a serviço da crueldade e a mando do antigo meia-atacante vascaíno da década-1970, Eduardo Antunes Coimbra, o chefe Eduzinho, que mandou pro sapeca: Acácio; Edevaldo, Donato, Nenê e Aírton; Vítor, Geovani e Cláudio Adão (Oliveira); Mauricinho, Roberto Dinamite e Rômulo (Gilberto).
Se isso rolou nos 16 de fevera, nos de antigamente aconteceu: em 1630, holandeses, liderados por Hendrick Lonck, dominam Olinda e Recife, que pasam a integar a Nova Holanda; em.20018, o Governo brasileiro decreta intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro, pela primeira vez, sob a vigência da Constituição de 1988.
Nasciam: 1888: Adelmar Tavares, jurista, magistrado e poeta brasileiro (1888 a 1963); Vera-Ellen (foto ao lado), atriz e dançarina norte-americana (1921 a 1981); 1928: Dom Pedro Casaldáliga, religioso hispano-brasileiro; 1931 — Otis Blackwell, compositor, cantor e músico norte-americano (1931 a. 2002).; 1943: Marta Mendonça, cantora brasileira.1956: Rina Messinger, ex-modelo israelense; 1958:-Oscar Schmidt, ex-basquetebolista brasileiro.
Entre os vascaínos, os rebentos dos 16 defevêra foram: José Roberto Gama de Oliveira, o Bebeto, atacante, mascido em Savlador-BA, em 1964, e Anderson Aparecido Salles, chegado, em 1988, em Araçarigumna-SP. Este jogou 15 partidas, entre 2014/2015,  foi campeão etadual-RJ-2015, mas não marcou gols. 
Bebeto em foto reproduzida
do arquivo do Jornal de Brasilia
Quanto ao Bebeto, ele foi parar  em São Januário por entrar em litígio, com o Flamengo. Como este determinara um valor a ser depositado na Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, por quem quisesse levá-lo, o Vasco, que havia negociado Romário (para o futebol holandês), e Geovani (para o italiano), levou a grana e o baianinho para o seu terreiro.
Bebeto esteve vascaíno entre 1989 e 1992, no auge da forma, e  entre 2000 e 2001, em final de carreira.
Estreou  em 17 de setembro de 1989, vencendo o Santos, por 2 x 1, pelo Campeonato Brasileiro, assistido por 15.147 pagantes. E já chegou marcando gol: aos 30 minutos do primeiro tempo, com o Vasco daquele dia sendo: Acácio; Luís Carlos Winck, Célio Silva, Marco Aurélio e Mazinho; Andrade, Zé do Carmo e Bismarck (William); Vivinho, Bebeto e Boiadeiro.
O treinador era Nelsinho Rosa, que o comandou durante aquela temporada em que o título do Brasileirão foi parar na Colina.
 Em 1990, Bebeto disputou a sua única Taça Libertadores, mas não foi muito longe, pois o Vasco caiu nas quartas-de-final. No entanto, em 1992, ganhou o seu segundo título pelo clube, o Estadual-RJ, e viveu uma grande fase, formando dupla ofensiva com Edmundo. Foi o artilheiro do Brasileiro com 18 tentos, e ganhou um dos mais cobiçados troféus do futebol brasileiro, a Bola de Prata, oferecida pela revista Placar, aos melhores da temporada - o melhor, ainda, levava a Bola de Ouro.
Bebeto revelou que, quando garoto, torcia pelo Vasco, principalmente, porque o seu avô chamava-se Vasco da Gama. Mais tarde, mudou, para flamenguista. Mas fez uma declaração que ecoou bem pela Colina: “Agradeço muito a Deus por ter jogado pelo time de São Januário, porque lá fui tratado com muito carinho, especialmente pela torcida”.    
Em 123 jogos cruzmaltinos, Bebeto marcou 61 gols, assim distribuídos: 1989 - 12 jogos e 6 gols; 1990 - 33 jogos e 11 gols; 1991 - 40 jogos e 21 gols; 1992 - 30 jogos e 21 gols. 2001 - oito jogos e duas bolas no filó. Revelado pelo Vitória, foi campeão mundial júnior, em 1983. A partir de 1987, era nome certo nas convocações da Seleção, pela qual conquistou a Copa América de 1989. Quando deixou o Vasco, Bebeto foi para o espanhol La Coruña.





                                


O DOMINGO É UMA MULHER BONITA

 Incríveis! São as meninas vascaínas dos "cartoons" do artista que as produz para o sensacional site www.paixaovascao.com.br.  Convenhamos que se as demais páginas eletrônicas de torcedores de outros times imitassem o "paixãovascão" e fizessem o mesmo, de repente, até daria pra gente dar uma espiadinha, nas suas meninas, é claro. E somente! Se estas vascaínas virtuais cruzassem com você, em noite de uma sexta-feira, na balada, você iria embora cedo? A "Turma da Colina" domina a beleza. O Kike passou um e-mail para o www.paixaovascao", indagando pelo nome do artista, mas ainda não foi informado. Caso você saiba, informe, para dar-lhe o crédito por estas divulgações da sua belíssima arte computadorizada.  

Incomparable! They are Basque girls from the artist's cartoons who produce them for the sensational site www.paixaovascao.com.br. Let's face it, if the electronic pages of fans of other teams imitated the "passion of the storm", suddenly, we would even give you a little peek. In their girls, of course. And just! If these virtual vascaínas crossed with you, on a Friday night, in the ballad, would you leave early? The "Turma da Colina" dominates the beauty. Kike has sent an e-mail to www.paixaovascao ", asking for the name of his artist, but he has not been informed. If you know, inform, to give you credit for these disclosures of his beautiful computer art

sábado, 15 de fevereiro de 2020

THIS IS KIKE BALL AND VASCO DA GAMA

This is a blog dedicated to the research of the history of Club de Regatas Vasco da Gama , founded in Rio de Janeiro , Brazil , on August 21, 1898 , four young practicing rowing - Henrique Ferreira Monteiro , Luís Antônio Rodrigues , José Alexandre D' Avelar Rodrigues and Manuel Teixeira de Sousa Júnior - in honor of the portuguese explorer discoverer of the sea route to India. Until 1915, Vasco da Gama only competed in rowing. From the following year when he joined the football, it became one of the most admired clubs in the country, for its stance against social injustice.
 Currently has one of the largest Brazilian twisted . Nacional champion on four occasions, the Vasco team also has win continental the title on two other occasions , and various international This is a blog dedicated to the research of the history of Club de Regatas Vasco da Gama , founded in Rio de Janeiro , Brazil, on August 21, 1898 , four young practicing rowing - Henrique Ferreira Monteiro, Luís Antônio Rodrigues, José Alexandre D' Avelar Rodrigues and Manuel Teixeira de Sousa Júnior - in honor of the portuguese explorer discoverer of the sea route to India.
Until 1915, Vasco da Gama only competed in rowing. From the following year when he joined the football, it became one of the most admired clubs in the country, for its stance against social injustice. Currently has one of the largest Brazilian twisted. Nacional champion on four occasions, the Vasco team also has won continentel the title on two other occasions , and various international tournaments. The Vasco da Gama uses stark white shirt, or black with a diagonal band (black or white).
It is the caravel of portuguese maritime chievements, bringing the Cross of the Order of Christ in red. The shorts and socks are also the shirt , white or black .Vasco da Gama has a stadium, located in General Almério de Moura , opened in 1927 , and was once the largest in Brazil . Kike Ball search to cruzmatina history since december 15, 20010 , having been visited by 120 000 "vasconautas" .The shield you see has been reproduced from the official website do clube - www.crvascodagama.comcombr - to which we appreciate. Besides being good at soccer, Vasco da Gama has dirty twisted in the most beautiful women on the planet. Just check the ones you see in the pictures above and below. Gives?  And you are welcome to Kike Ball. 

O VENENO DO ESCORPIÃO – O IZKROTINHO SAULO QUE VIROU ESTADO BRASILEIRO

 Antigamente, havia ditados populares – já em desuso – que eram verdadeiras leis. Quem não se lembra de, por exemplo: quem trabalha come; mais vale um pássaro nas mãos do que dois voando; Deus ajuda a quem trabalha; o que é do home o bicho num come; quem tem de ser, já nasce; o povo aumenta, mas não inventa. E etc, etc, etc. Mas rola um chute pra fora nesses ditos do povo: pau que nasce torto vive sempre torto.
 O desmentido a este ditado popular está nos  textos religiosos antigos, no que diz respeito a Saulo de Tarso, um playboyzinho, escrotinho, grandecíssimo filho da puta, que só pensava em se dar bem. Um dia, ele se deu mal, para o seu bem, e o pau que era torto deixou de ser torto.
Reproduzido de www.portaldasmissões.com.br
Saulo, que ansiava por ocupar a cadeira de Gamaliel, no Sinédrio de Jerusalém, arrumou uma encrenca com o pregador cristão Estevão, que antes de ser batizado por Pedro e tornar-se cristão era Jeziel, habitante de Corinto.  Saulo não sossegou enquanto não o condenou ao apedrejamento.
 Como, inicialmente, não encontrou, dentro da lei, elementos para acabar o desafeto (só da parte dele), arrumou um chegado para fazer denúncia falsa contra o cara que ele acusava de ser feiticeiro, subversivo, elemento ativo, nocivo ao bem estar comum e destruidor das Leis de Moisés. Além disso, meteu na cadeia Pedro, João, Felipe e quem mais seguisse a palavra de um carpinteiro alucinado, como classificava Jesus Cristo.
Denúncia falsa feita, Estevão foi preso, condenado e apedrejado. Alegre pelo seu sucesso, Saulo de Tarso distribuiu convites para a chacina que presidiu, oferecendo vinho aos convidados. E convenceu a sua noiva Abigail a ir com ele ao circo armado. A moça, não queria ir, mas, para não desagradar ao noivo, concordou pintar na parte final do massacre, quando o homem já estivesse mais pra lá do que pra cá. Então, por ali, ela descobriu que o massacrado era o seu irmão Jezial,  condenado pelo seu noivo, que não sabia daquilo.
 De tão escrotão que era, Saulo de Tarso dispensou a noiva, alegando que não poderia desposar irmã de inimigo. Jezial, em seus estertores, o perdoou, bem como Abigail. Mesmo assim, acima de tudo, estava a sua vaidade, e ele preferia comemorar vitória como condenador, de olho na cadeira de Gamaliel, que já simpatizava com a filosofia dos homens do Caminho - primeiro nome do cristianismo.
Saulo de Tarso é também chamado por Paulo de Tarso, Apóstolo Paulo, São Paulo Apóstolo, Apóstolo dos Gentios por São Paulo. À época em que o seu esporte predileto era perseguir, ferozmente, os primeiros discípulos do Jota Cristo (34, 35 DC), durante viagem Jerusalém-Damasco, segundo a Bíblia, para prender cristãos, ele teve a visão de Jesus Cristo coberto por grande facho de luz, e ficou sem ver nada durante três dias, até que Ananias o curou e o batizou.
Saulo parou de caçar e encarcerar pessoas inocentes, e passou a buscar o  bem, fazendo tabelinha com Pedro e Tiago. Tornou-se um dos líderes de nascente seita e escreveu 13 epístolas do Novo Testamento, embora sete delas sejam contestada por estudiosos mais modernos. Logo, foi um pau que nasceu torto e não viveu sempre torto, o que significa que toda lei tem brecha na lei. Inclusive, a dos ditos populares.

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

TIME QUE NÃO PERDOA MAR E MARISCOS


 O  Club de Regatas Vasco da Gama tem nome de mestre dos mares e foi criado em uma cidade litorânea, o Rio de Janeiro. Mas, em determinados momentos de sua navegação, andou afundando marinhagens.
Foi o que fez, em  1948, com o time do Litoral, da Bolívia, que nem tem mar. Mergulhou-lhe 2 x 1 no placar. Que onda! Caminho nem tanto marítimo para o Almirante navegar e trazer, do Chile, o caneco do Campeonato Sul-Americano de Clubes Campeões.
O Vasco da Gama estreou na disputa, no 14 de fevereiro, remando para o primeiro título de um clube brazuca nas estranjas, diante de 34 mil almas alojadas no Estádio Nacional de Santiago, onde Lelé meteu duas bolhas no tanque, sob aplausos de Barbosa, Rafagnelli (Augusto) e Wilson; Ely, Danilo e Jorge; Djalma (Friaça), Lelé, Ismael (Maneca) e Chico, treinados por Flávio Costa.
Desde aquela época que o Almira não dava bolas para times de mariscos. No entanto, no 14 do fevêra de 1982, pegou um time litorâneo, apelidado por Peixe, e tascou-lhe 3 x 0 nas guelras, pelo Campeonato Brasileiro. 
Daquela vez, pescou o não milagreiro Santos, no  Maracanã, com iscas atiradas pelos pescadores Cláudio Adão, Pedrinho e Wilsinho, sob as vistas de 42.959 pagantes. Antônio Lopes estava no no leme da nau que conduzia: Mazaroppi; Rosemiro, Rondinelli, Ivan e Pedrinho; Serginho, Marquinho e Dudu: Wilsinho, Cláudio Adão, Roberto Dinamite e Renato Sá. 
Deixemos, agora, assuntos litorâneos de lado, pois o Almirante pode contar, também, assuntos a seco, como Vasco da Gama 3 x 0 Goytacaz-RJ, de 1979, quando as federações de futebol da antiga Guanabara e do Rio de Janeiro foram fundidas.
 Por aqui, rolou um rolinho. Criaram uma disputa extra, como fase final da inicial disputa da nova entidade, ficando as pugnas de 1978 dadas por classificatórias para 1979, por determinação da Resolução Nº 4/78 do antigo Conselho Nacional de Desportos.
A partir de 25 de janeiro de 1979, fizeram o Campeonato Especial, com o primeirão Estadual da FERJ-Federação Estadual de Futebol do Rio de Janeiro ficando para rolar de maio a setembro. 
Veio o 14 de fevereiro, no Maracanã, e a moçada -  Leão; Orlando Lelé Abel Braga, Geraldo e Marco Antônio; Helinho, Paulo Roberto e Washington Oliveira; Ramón Pernambucano; Paulinho (Zé Mário) e Paulo César (Gaúcho) - bateu no time de Campos-RJ, diante de 9.391 pagantes. Como já é folha virada, Folha (contra) abriu a conta, para o uruguaio Washington Oliveira e Gaúcho fecharem. 
Reprodução de www.netvasco.com.br -agradecimento
Como Almira é assim: toca o terror no Maraca e também na selva. Em 2007, foi à amazônica Manaus enrolar  o  Rolo Compressor local, o  Fast Club, no 14 fevereiríssimo, pela Copa do Brasil, no Estádio Vivaldo Lima. Também apelidado por Tricolor de Aço, orgulhoso por já ter vencido (3 x 2) o Vasco (27.06.1968), o anfitrião cultivava o que para ele era uma lenda. 
Veio a pugna nas barbas da selva e 27.821 almas pagantes comparecem ao evento que totalizou 34.696 presentes, com os caronas e que aplaudiram (mais uma) a virada da Turma da Colina: 2 x 1, por ordem do chefe Renato Gaúcho Portaluppi e cumprida por: Cássio; Eduardo Santos, Gustavo Breda (Anderson Luiz), Jorge Luiz e Sandro; Amaral, Júnior (Renato), Madson e Morais; Marcelinho e  Alessandro (Alan Kardeck).
 Pois é! Na data em que tudo isso acontecia, nascia, em 1918, o glorioso músico e compositor brazuca Jacob do Bandolim, e, em 1946, o cantor/compositor Dicró, que torceu pelo Almira  até 2012.


A BELA DO DIA DA COLINA - ALEXIA

Durante o seu matinal passeio diário  pela "The Net", passando pelo ótimo site www.gigantesdacolina, o Kike viu esta foto de @alexia moreira. Ela é o que se pode chamar de supervascaína, pois carrega uma Cruz de Cristo no peito e, ainda, mais uma na mão direita. Uma bela imagem para começar um sabadão esperto como o que deverá ser hoje pra você. 

During his traditional morning walk through "The Net", through the great site www.gigantesdacolina, "Kike" saw this photo of @alexia moreira. It is what can be called supervascaína, because it carries a Cross of Christ in the chest and, still, one in the right hand. A beautiful image to start a smart sabadão like what should be for you today.

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

ALMIRANTE BOTA AS ÁGUAS PRA ROLAR

Romário, clicado por vasconotícias.com.br, subiu a serra
cantando "chove chuva/chove sem parar...
Corria o ano da graça de Deus de 1542, quando os espanhóis Gonzalo Pizzaro e Francisco de Orellana, descobriram o Rio Amazonas, no 13 de fevereiro. Claro, ficaram espantados com tanta água. Mais águas do que viram – quer dizer, nem tanta! - só na mesma no 13 do fevera de 1988, quando São Pedro esqueceu de fechar a torneira do Céu e o município de Petrópolis-RJ quase se afoga. Pedrão só não foi demitido por que o Almirante, entendido em muitas águas, levou um lero com o Jota Cristo e comprometeu-se a subir a serra carregando alegria pra galera da paróquia. 
Jaqueline reproduzida do
arquivo do Jornal de Brasília
Era um sabadão efervecente de Carnaval e Romário e Geovane ligaram as suas soldadeiras, com cada um tapando três buracos nos canos lá de cima e soldaram Vasco 11 x 0 Combinado Petropolitano, com Bismarck, Lira, Fernndo, Willian e Vivinho ajudando no concerto da tubulação negligenciadas por São Pedro, Porteiro do Céu (sem concurso público) - ficou devendo esta pra Acácio (Paulo César); Cocada, Fernando, Célio Silva e Mazinho (Lira); Zé do Carmo, Geovane e Dirceu (Willian); Mauricinho, Romário (Vivinho) e Bismarck (Josenílton), que salvaram-lhe o emprego.
Na mesma data, mas bem antes, em 1967, o Brasil trocava a moeda Cruzeiro pelo Cruzeiro Novo. O Almirante passou uma década fazendo um balanço da situação e fechou o caixa, em 1977, mandando 2 x 1 Flamengo, com Ramon Pernambucano e o paranaense Dirceu Guimarães indo à boca do cofre, diante de 25.019 almas. Dia em que o titio Orlando Fantoni mandou pagar o bicho pra: Mazaroppi; Orlando Lelé, Abel Braga, Geraldo e Gílson Paulino (Luís Augusto); Zé Mário, Zanatta e Dirceu; Luís Fumanchu (Helinho), Ramon e João Paulo (Wilsinho). 
Nos 13 de fevera, escreveram, ainda, na tabuleta dois 2 x 0: Vasco da Gama 2 x 0 Olaria, em 1997, e 2 x 0 Palmeiras, em 1999, pelo Torneio Rio-São Paulo. E um 1 x 0: Vasco 1 x 0 Itabaiana-SE, em 2008, pela Copa do Brasil.
 Mais alegria do que isso só no 13 de fevereiro de 1962, quando a Dona Cegonha entregou Jaqueline Louise Cruz Silva, na casa dos Silva, no glorioso Rio de Janeiro.
A bípede deixou avisado que, em 1996, a menina teria que ir a Atlanta-EUA, ganhar o ouro olímpico das duplas femininas (evidentemente) e, em 1997, a Los Angeles, nos mesmo Iztêitiz, pegar o ouro do Mundial do vôlei de praia.




MUSA VASCAÍNA DO DIA - BELA BIA

 O passeio matinal do Kike pela "The Net" viu, hoje, a deslumbrante Bianka, postada por www.vascoemfoco. Um colírio, presentaço para as vistas da rapaziada. Ser só um colírio não basta. Bianka é, também, uma modelo muito inteligente e competente no seu trabalho. Ela foi eleita, com muita razão,  Musa do Vasco da Gama. Quando disputou a  honra, não teve pra ninguém. Valeu, Bia! 

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

VASCO, EM BAIXA, ELIMINA ALTOS

Com campanha fraca na Taça Guanabara, sem chegar às semifinais, o Vasco da Gama, com time fraco, passou de fase no Copão, favorecido pelo gol fora de casa. Um deserviço ao futebol brasileiro.  
FICHA TÉCNICA - 12.02.2020 (quarta-feira) VASCO 1 X 1 ALTOS-PI. Copa do Brasil. Estádio: Alberto Silva, em Teresina-PI. Juiz: Dyorgines Jose Padovani de Andrade-ES. Público e renda: não divulgados. Gols: Rafael CArioca, aos 19, e Germán Cano, os 47 min do 1 tempo. VASCO - Fernando Miguel; Yago Pikachu, Werley, Leandro Castán e Henrique; Andrey, Raul e Marcos Júnior (Juninho); Talles Magno (Vinícius), Cano e Marrony (Tiago Reis). Técnico: Abel Braga. ALTOS-PI: Rodrigo Ramos; Júlio Ferrari, Reinaldo Lobo, Leandro (Netinho) e Tiaguinho; Alberto, Max Carrasco, Echeverría (Xilu) e Klenisson; Raphael Carioca (Alex Mineiro) e Jânio. Técnico: Fernando Tonet.

MATOU O TUBARÃO E FOI AO CINEMA

Anna Pavlova foi reproduzida de
 www.famousbirthdays.com
a
Tubarão tem medo de Almirante? Bem! Que se saiba, um não tem por ofício caçar o outro, mas nada impede que se trombem pelos altos mares. Pois mal! (para o tuba). 
Certa vez, mais precisamente no 12 de fevereiro de 1981, a Turma da Colina estava coçando o saco, na concentração de São Januário, quando o seu treinador teve uma ideia: passar pra moçada o filme O Tubarão, dirigido por Steven Spielberg e que já amedrontava criancinhas desde 1975.
 Irada pelas maldades do tuba, a rapaziada pulou pra dentro da tela e mordeu legal aquele demônio marítimo.
 O mais irado de todos foi o cidadão Carlos Roberto de Oliveiras, que explodiu três Dinamites nos costados do animal. Também, muito pê da vida, Dudu Coelhão, enfiou-lhe uma cenoura no rabo. De sua parte, César cobrou-lhe o que era de César. E Rosemiro, o cara mais feio que já passara pelo Vasco da Gama, mostrou-lhe a cara e o tuba correu para o mais fundo que havia de mar oceano.
Em Londrina, terra do tuba e que não tem mar, a galera ficou execrando o Lobo, que mandara estraçalhar o bicho, dentro do mar de gramas do Maracanã, diante de 11.193 espectadores, uma ninharia, pois O Tubarão 740,7 milhões de bobões que foram a cinema vê-lo estraçalhar.
  O arrepiante Lobo que mordeu o tubarão, isto é, Mário Jorge Lobo Zagallo, teve por paladinos de sua justiça: Mazaroppi; Rosemiro, Ivan, Orlando e Sérgio Pinto; Dudu, Zandonaide (Guina) e Marquinho; Wilsinho, Roberto Dinamite e César. 
Segundo fontes dignas de crédito, por se tratar de um pega entre duas espécies, dizem que o sacode foi em homenagem ao biólogo britânico  Charles Darwin, nascido em um 12 de fevereiro e que viveu entre 1809 e 1882.     
Mas se o Almira ordenou impiedades ao Lobo, como tocar o inferno, em alto mar, o inferno vascaíno foi pior no próprio Inferno, administrado por São Tanáiz. Em 2011, a rapaziada pegou o Diabo pela frente e incendiou-lhes os xifres: 9 x 0, pela sétima rodada da Taça Guanabara. 
Já que era verão, o chefe Ricardo Gomes mandou rolar a bola sob altas temperaturas, tocando fogo no placar do Estádio  Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. 
Sob fogo ardente, o Diabo foi queimado por: Fernando Prass; Fagner, Dedé, Anderson Martins e Ramon; Rômulo, Fellipe Bastos, Jéferson e Felipe (Enrico); Éder Luís (Caíque) e Marcel (Patric).
Agora, K entre nóiz: aquela história de mulher de malandro que apanha um dia e quer mais no outro, parece o pega Vasco x Fluminense. Em 11 e 12 dos fevêra, os tricolores entraram na peia: em 1962 (dia 11) e em .... (12). E tudo pelos mesmos 2 x 1, sendo que este último foi com o Almira praticando o seu esporte predileto: vencer de virada -   no dia uma dúzia, valendo pela Taça Guanabara. 
Adicionar legenda
Para a tricolada, a virada fora feitiço armado pelo treinador baiano Cristóvão Borges que, segundo os chorões, teria entregue pó de pemba e patuás para a sua moçada - Fernando Prass; Fagner, Dedé, Rodolfo e Thiago Feltri; Nilton, Chaparro (Willian Barbio), Bernardo e Felipe; Diego Souza (Eduardo Costa) e Alecsandro. Na verdade, o baile foi homenagem à grande e bela bailarina russa Anna Pavlova, vivida entre 1881 a 1931.
Mas nem só de farras do Almirante vivem os 12 de fevereiro. Nele, duas feras da Colina estrearam no planeta: Niginho e Heleno de Freitas.  
Leonídio Fantoni, o Niginho, que foi Fantoni III no futebol italiano, nasceu em Belo Horizonte , em 1912, e viveu até 1975. Esteve vascaíno por 18  jogos e 25 gols, entre 1937 e 1938, tendo colocado no peito a faixa de campeão carioca-1937.
Heleno de Freitas - Heleno de Freitas era, também mineiro, mas de São João Nepomuceno, nascido em 1920, com esticada até 1959. Bonitão, boêmio, com 1m82cm de altura E formado em Direito, foi o primeiro bad boy do futebol brazuca. Vascaíno, em 1949, por 24 jogos e 29 gols, foi considerados um dos maiores craques sul-americanos do seu tempo, tendo feito 18 partidas e marcado 15 gols pela Seleção Brasileira, entre 1944 a 1948.

BELA & BELA DO DIA, DA BAHIA E DO BAHIA

O Carnaval está chegando, meu rei! A rapaziada já está se aprontando para voltar a cair na folia. Na Bahia, já foi dada a largada. Começa a pegar fogo.
Enquanto isso, a sereia  Fernanda Costa, musa do Bahia, promete ficar nas praias de Salvador, encantando, como sempre, a torcida do glorioso 'Tricolor de Aço", que faz parte da elite do futebol canarinho.
Entre espumas do mar, areias da paria e coqueiros da Bahia, a baianinha arrasa durante qualquer tempo de festas na primeira capital do Brasil.
Carnival is coming, my king! The boys are already getting ready to fall back on the party
. In Bahia, the start has already been given. It starts to catch fire.
 Meanwhile, the mermaid Fernanda Costa, muse of Bahia, promises to stay on the beaches of Salvador, enchanting, as always, the cheerleader of the glorious 'Tricolor de Aço', which is part of the Canarian football elite. paria and coconut trees of Bahia, the baianinha rocks during any time of 
  


terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

O DIA DA CRAQUEZA VASCAÍNA

 O calendário dos brasileiros tem o  DIA DO FUTEBOL, mas não tem o de quem o faz. Pois o Kike cria a sua folhinha e institui o 11 de fevereiro como o DIA DO CRAQUE VASCAÍNO, lembrando que nesta data, também, nasceram os cracaços Gérson de Oliveira Nunes (1941), meia-ramador da Seleção Brasileira do Tri no México-70, e José Reinaldo de Lima (1957), maior goleador do Atlético-MG.
Romário reproduzido de Facebook
Pois bem! No 11 de fevera o craque Romário estava no banco dos reservas, em jogo da quarta rodada da Taça Guanabara. No segundo tempo, quando adentrou às quatro linhas,  foi ao filó, aos 24, aos 30 e aos 34 minutos, em Vasco da Gama 6 x 1 Volta Redonda. Imaginem se tivesse preliado por toda a pugna.
As 1.672 almas comarecentes ao evento não deixam o Kike mentir, bem como o treinador Renato Portaluppi e +: Cássio; Thiago Maciel, Jorge Luiz, Fábio Braz e Diego; Amaral (Renato), Ives, Abedi e Dario Conca (Mádson); André Dias (o substituído por Romário) e Leandro Amaral.
Mas o Almirante teve outras craquezas nos 11 de fevereiro. No de 1962, no Maracanã, amistosamente, diante de mais de 25 mil almas, rolou Vasco da Gama 2 x 1 Fluminense, com Nivaldo, que tinha uma bomba no chute, batendo pênalti, e Vevé, matando a juriti, como diz o caboclo mineirinho - Ita; Dario, Brito, Barbosinha (Russo) e Coronel; Nivaldo e Lorico (Roberto Pinto); Da Silva, Vebvé, Viladônega (Javan) e Ronaldo foram os matadores da juruta.
 Seis temporadas depois, o Almirante registrou em seu diário de bordo um outro placar igual: Vasco 2 x 1 Uberlândia-MG.
Além de dois dois a um, em 1962 e em 1968, o Almira, que não esquece de nada, lembrou de não esquecer do regimista magrinho Vasco 1 x 0  Nacional-AM , em 1979.Fatos marcantes, tão marcantes quanto os nascimentos de 1864 — Augusto Severo de Albuquerque Maranhão, bola bola da aviação brasileiro (1864 a 1902); Oswald de Andrade, craque da literatura moderna brasileiro (1890 a 1954); Sérgio Porto, o Stanislaw Ponte Preta, fera do humor e do jornalismo brazuca.
DETALHE DESTE 11 DE FEVEREIRO: O KIKE troca as bolas e anota 530.350 mil visitas. Valeu, kikenauta! Em sua telinha, o número vai sendo atualizado, ok? 


Total de visualizações de página


 530,350

BELA DO DIA - BAIANÍSSIMA MORENÍSSIMA

 O que é que a baiana tem? Indagava o grande Dorival Caymmi, pela sua música. Pelo que o "Kike" viu nesta foto publicada por www.noticias.bol.uol.com.br, seguramente, é muito amor ao Tricolor de Aço, o glorioso Esporte Clube Bahia, o time mais vezes campeão baiano. Caso de Fernanda, musa do clube da Boa Terra. Morena baianíssima, que enfeitiça os raios do sol, quando vai à praia Confere?
  
What does bahiana have? He inquired of the great Dorival Caymmi, for his music. For what Kike saw in this photo published by www.noticias.bol.uol.com.br, surely, it is much love to the glorious "Tricolor of Steel", the Sport Club Bahia, the team most times champion of Bahia. This is the case of Fernanda, muse of the Boa Terra club. Morena baianíssima, who bewitches the rays of the sun, when she goes to confere beach?
Histórico de todas as visualizações de página - HOJE
530.350