Vasco

Vasco

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

HISTORI&LENDAS CRUZMALTINAS

O Vasco foi o sétimo clube a atingir mil jogos nas temporadas cariocas. Foi em 2 de abril de 1972, no Maracanã, pela sétima rodada da Taça Guanabara, no “Clássico da Paz”, contra o América, que terminou 0 x 0. O jogo rendeu Cr$ 128.233,00 e o público foi de 20.235 pagantes.
FICOU NO ZERO, mas valeu mil.

No ano (terceiro colocado) em que chegou aos mil jogos, o Vasco estava atrás, por ordem, de Fluminense, Botafogo, América, Flamengo, São Cristóvão e Bangu, que era mais antigos nas disputas cariocas, iniciadas em 1906. O futebol cruzmaltino só surgiu em 1913 – depois dele, Bonsucesso, Olaria e Madureira também entraram para o “Clube dos Mil”.
CHEGOU COM SETE ANOS de atraso, mas na frente de três.

Agnaldo Luís Sorato, nascido na paulista Araras, em 6 de abril de 1969, foi vascaíno em 1988/1992 e entre1997/1998. Seus títulos na Colina:1988 - Campeonato Carioca; 1989 - Campeonato Brasileiro;1997 - Campeonato Brasileiro; 1998 - Taça Libertadores. Jogos e gols: 1988:- 43 jogos e15 gols; 1989: 38 jogos e 15 gols; 1990:- 62 jogos e 23 gols; 1991: 51 jogos e 23 gols; 1992: 14 jogos e 3 gols; 1997: 8 jogos e 1 gol; 1998: 19 jogos e 2 gols. Total: 235 jogos e 82 gols. (foto/crvascodagama.com.br)
SORATO ERA DE ARARAS. Quando deixou o Vasco, virou Periquito, no Palmeiras.

Estreia de Sorato no Vasco: 12.06.1988 – Vasco 3 x 1 Flamengo, no Maracanã, pelo Estadual-RJ, marcando dois gols, após Vivinho abrir o placar, aos 10 minutos do primeiro tempo. Sorato foi às redes aos 21, também, do 1º tempo, e aos 4 do segundo. Seu último jogo com a camisa cruzmaltina foi em 06.09.1998, nos 2 x 0 sobre o Cruzeiro, pelo Campeonato Brasileiro, em São Januário. Ele fez um gol, aos 45 minutos do primeiro tempo – Nélson fez o outro, aos 44 da etapa final. CHEGOU MATANDO URUBU e saiu derrubando Raposa.

O Rosário Central foi um time argentino duro de o Vasco matar: 2 x 1, em 21.06.1987, pela Copa Ouro, nos Estados Unidos; 1 x 0, em 31.10.2000, pela Copa Mercosul, em São Januário, e 0 x 1, em 08.11. 2000, também, pela Mercosul, no Gigante del Arroyito. NA CASA DELES, nenhum santo ajudou. Nem rezando um rosário!

Em 26 de abril de 1931, o Vasco mandou a sua maior goleada em cima do Flamengo: 7 × 0
Nesse duelão, a rapaziada já manteve uma invencibilidade de 23 jogos, entre 13 de maio de 1945 a 25 de março de 1951. Uma série de 10 vitórias seguidas, entre 14 de julho de 1947 e 13 de novembro de 1949.
DIZEM QUE SETE É CONTA DE MENTIROSO, MAS ESTA É DE “VERDADEIROSO”

O Vasco é o único clube do planeta que conseguiu perder, por W x 0, dentro de sua casa. Aconteceu no "Clássico dos Milhões" marcado para São Januário, em  25 de novembro de 1934. Explica-se: a rapaziada disputava a fase classificatório ao Torneio Rio-São Paulo, no futebol, quando brigou com o rival, no remo. Então, recusou-se a enfrentá-lo no balãode couro.
ABANDONOUO BARCO NO GRAMADO, TAMBÉM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário