Vasco

Vasco

quinta-feira, 6 de abril de 2017

HISTORI&LENDAS DA COLINA - GOLAÇOS

1 - O primeiro gol vascaíno no Campeonato Brasileiro foi marcado pelo atacante Dé "Aranha", em 15 de agosto de 1971, em Vasco 1 x 0 Fluminense, aos 22 minutos do primeiro tempo, no Maracanã. Antes, o Vasco havia empatara, por 0 x 0, com o Ceará Sporting, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, e caído, por 0 x 1, ante o Santa Cruz-PE , no Arrudão, em Recife. Domigo Elias Alves Pedra é o verdadeiro nome de Dé. Naquele seu dia de glória, José Aldo Pereira-RJ apitou a partida jogada por esta formação, que o treinador Paulo Amaral escalou assim: Andrada; Fidélis, Miguel, Moisés e Alfinete: Afonsinho, Alcir Portella e Buglê; Luís Carlos Lemos (Nenê), Dé e Rodrigues.
 
2 -  O “gol-1000” em Brasileirões foi de Juninho Paulista.  Este bateu na rede no 28 de novembro de 2.000,  em Vasco 3 x 2 Bahia, em São Januário. Oswaldo Giroldo Júnior, o nome do carinha, totalizou 81 jogos e 29 gols pelo Vasco, entre 2001/21001, sendo 11 na primeira temporada e 18 na segunda. Saiu da Colina campeão brasileiro e da Copa Mercosul-2.000, tendo estreado em 6 de junho de 2000, nos 3 x 3 com o Cruzeiro, em São Januário – a primeira visita dele às redes, como cruzmaltino, foi em 13 de setembro de 2000, nos 4 x 3 sobre o Fluminense, no Maracanã. Balançou a roseira aos 28 minutos do segundo tempo.
 
3 - O Vasco foi o sétimo clube a completar esta marca, por temporadas oficiais do futebol do Rio de Janeiro. Rolou em 2 de abril de 1972, pela sétima rodada da Taça Guanabara, no “Clássico da Paz”, empatando, por 0 x 0, com o América, no “Maraca”, em jogo testemunhado por 20.235 pagantes. Como o Vasco era mais novo, Fluminense, Botafogo, América, Flamengo, São Cristóvão e Bangu “milaram” antes.

4 - Giselda Bellini escreve (livro lançado em 2015) que durante um  Vasco x Flamengo, depois de sair de campo, na maca, o zagueiro Hideraldo Luís Bellini foi aplaudido, inclusive, pela torcida adversária. Isso foi em 1960, mas ela não soube precisar a data. Em 1960, o Vasco encarou o Flamengo em três oportunidades: 0 x1, em 10 de abril, pelo Torneio Rio-São Paulo, e venceu as duas outras, pelo Campeonato Carioca e ambas por  1 x 0, respectivamente, em 04.09 e em 26.11. Bellini saiu contundido, contra o Flamengo, sim, e a "Revista do Esporte"  publicou a reportagem – Nº. 82, de 01.10.1960. Mas não menciona os aplausos da torcida rubro-negra. Pela data da publicação, deve ter sido o jogo de 04.09.1960, pelo turno do Campeonato Carioca".

Nenhum comentário:

Postar um comentário