Vasco

Vasco

quinta-feira, 28 de junho de 2012

CALENDÁRIO DA COLINA - 28 DE JUNHO

 Em 28 de junho de 1931, o Vasco iniciava campanha de 11 jogos pela Europa, na primeira excursão e de um clube carioca pelo “Velho Mundo”. Na estreia, perdeu, do Barcelona, por 3 x 2. Mas teve troco. No dia seguinte, mandou 2 x 1. O mesmo ocorreu diante do Celta. Derrota, por 2 x 1, devolvida, com goleada: 7 x 1. Com 12 gols marcados e duas vitórias, em território espanhol, estava de bom tamanho, para começo de conversa.


 Da Espanha, a rapaziada seguiu rumo a Portugal. De cara, sapecou 5 x 0 no Benfica. Depois, 4 x 2 no Combinado de Lisboa. O Porto, também, queria encarar. Levou 3 x 1. Com o quarto adversário foi bem pior: 9 x 2 pra cima do  Combinado Varzim/Boavista. E, pra não parar de golear, 6 x 2 diante do Ovarense.  Como já tinha vencido cinco times lusitanos, mandando 27 bolas nas redes, os vascaínos concederam uma revanche ao Porto: 2 x 1 pra eles. Seguiu-se um empate, 1 x 1, com o Vitória de Lisboa, e mais uma goleada, na despedida do giro: Vasco 4 x 1 Sporting. Confira datas, placares e gols vascaínos do giro.

28.06.1931 – Vasco 2 x 3 Barcelona-ESP- Amistoso. Local: Barcelona. Gols: Carvalho Leite. VASCO: Jaguaré, Brilhante e Itália; Tinoco, Fausto e Mola; Bahianinho, Nilo, Carvalho Leite, Russinho e Mário Matos. Técnico: Harry Welfare.
 

29.6.1931 0 Vasco 2 x 1 Barcelona-ESP. Amistoso. Local: Barcelona. Gols: Russinho e Carvalho Leite. VASCO: Jaguaré, Brilhante e Itália; Tinoco, Fausto e Mola; Bahianinho, Benedicto, Russinho, Carvalho Leite (foto) e Santana. Técnico: Harry Welfare.
 

05.07.1931 – Vasco 1 x 2 Celta-ESP. Amistoso. Local: Vigo (ESP). Árbitro: Ganda. Gol: Russinho. VASCO: Jaguaré, Brilhante e Itália; Tinoco, Fausto e Mola; Bahianinho, Benedito, Nilo, Russinho, Mário Matos. Técnico: Harry Welfare.
 
07.07.1931 – Vasco 7 x 1 Celta-ESP. Amistoso. Local: Local: Vigo. Gols: Russinho (2), Nilo (2), Bahianinho (2) e Mário Matos. VASCO: Jaguaré, Brilhante e Italia, Tinoco, Fausto e Mola (Fernando); Bahianinho (Benedito), Carvalho Leite, Nilo, Russinho e Mário Matos. Técnico: Harry Welfare.
 
10.07.1931 – Vasco 5 x 0 Benfica-POR. Amistoso. Local: Lisboa. Árbitro: Rosmaninho. Gols: Russinho (2), Márito Matos (2) e Nilo. VASCO: Jaguaré, Brilhante e Itália; Tinoco, Fausto e Mola; Bahianinho, Carvalho Leite, Nilo, Russinho e Mário Matos. Técnico: Harry Welfare.

15.07.1931 – Vasco 4 x 2 Combinado de Lisboa-POR. Amistoso - Local: Lisboa. Árbitro: Santos Junior. Gols: Russinho (3) e Nilo. VASCO: Jaguaré, Brilhante e Itália; Tinoco, Fausto e Mola; Bahianinho, Carvalho Leite, Nilo, Russinho e Mário Matos. Técnico: Harry Welfare.

19.07.1931 – Vasco 1 x 2 Porto-POR – Amistoso - Local: Porto (POR). Árbitro: José Guimarães. Gols: Russinho. VASCO: Jaguaré, Brilhante e Italia, Tinoco, Fausto e Mola; Bahianinho, Carvalho Leite, Nilo, Russinho e Mário Matos. Técnico: Harry Welfare.
 
22.07.1931 - Vasco 9 x 2 Combinado Varzim/Boavista-POR. Amistoso. Local:: Porto (POR). Árbitro: Silva Rocha. Gols: Benedito (3), Tinoco (3), Santana (2) e Fernando. VASCO: Valdemar, Itália, Nesi, Fernando, Mola, Bahianinho, Benedito, Rainha, Ghizone, Mário Matos e Santana. Técnico: Harry Welfare.

24.07.1931 – Vasco 6 x 2 Ovarense-POR. Amistoso. Local: Ovar (POR). Árbitro: Silva Rocha. Gols: Russinho (3), Nilo, Bahianinho e Carvalho Leite. VASCO: Valdemar, Nesi, Fernando, Rainha, Mola, Bahianinho, Nilo, Carvalho Leite, Russinho, Benedito e Santana . Técnico: Harry Welfare.
26.07.1931 – Vasco 1 x 2 Porto-POR.Amistoso. Local: Porto (POR). Gol: Carvalho Leite. VASCO: Jaguaré, Brilhante e Itália; Tinoco, Fausto e Mola; Bahianinho, Carvalho Leite, Nilo, Russinho e Mário Matos. Técnico: Harry Welfare.

30.07.1931 – Vasco 1 x 1 Vitória de Lisboa-POR. Amistoso. Local: Campo da Amoreiras (POR). Gol: Carvalho Leite. VASCO: Jaguaré, Brilhante e Itália; Tinoco, Fausto e Mola; Bahianinho, Nilo, Russinho, Carvalho Leite e Mário Matos. Técnico: Harry Welfare.

02.08.1931 – Vasco 4 x 1 Sporting-POR. Amistoso. Local: Porto (POR). Gols: Nilo (2), Carvalho Leite e Ghizone. VASCO: Jaguaré, Brilhante e Itália; Tinoco, Fausto e Mola; Bahianinho, Nilo, Russinho, Carvalho Leite e Mário Matos. Técnico: Harry Welfare. (fotos reproduzidas da revista "Grandes Clubes".

                              A FORÇA DO ALMIRANTE  BOTAVA PRA AFUNDAR
Nos 28 de junho, o Vasco aprontou outras, dentro e fora de casas. Em 2003, foi ao Ceará vencer o Fortaleza, por 1 x 0, com gol de Marcelinho Carioca, pelo Campeonato Brasileiro. Três temporadas depois, convidado para um amistoso, no norte do país, subiu até o Amazonas e cumpriu com a sua obrigação, mandando 2 x 1 no São Raimundo, com gols de Ramón Menezes e de Valdiram. Confiras mais dois estragos:

VASCO 3 X 1 CORINTHIANS  -  Domingão de muitas emoções, no Maracanã, pelo Torneio Rivadávia Correa Meyer-1953, a disputa que substituiu a Copa Rio, primeira competição reconhecida pela FIFA nos moldes dos atuais Mundiais interclubes. Os alvinegros paulistas estavam ansiosos pela devolução dos 4 x 2 mandado pelos vascaínos, quatro dias antes, no mesmo local. Mas não deu. A “Turma da Colina” sapecou-lhes 3 x 1 e passou à final da competição que homenageava o presidente da Confederação Brasileira de Desportos-CBD. Aquele prélio, com arbitragem de Erik Westmann, teve Maneca abrindo o placar, aos 15, e Sabará aumentando, aos 36 minutos do primeiro tempo. Dejayr fechou a conta cruzmaltina, aos 35 da etapa final. O time, treinado por Flávio Costa, foi: Ernâni, Mirim e Bellini; Ely, Danilo e Jorge; Sabará, Maneca, Ademir Menezes (Ipojucan) Pinga e Dejayr. 

VASCO 2 X 1 BONSUCESSO - A moçada estava há 12 temporadas sem conquistar um Campeonato Carioca. Em 28 de junho de 1970,  estreava na primeira competição da década, treinado por Elba de Pádua Lima, o Tim, que fora um dos maiores craques do futebol brasileiro.  Na expectativa de ver o tabu acabar, 2. 876 pagaram para conferir o que iria rolar em São Januário. De início, a tentativa cruzmaltina não fora muito animadora. A rapaziada levara 43 minutos para balançar a rede rubro-anil. Pelas metadades do segundo tempo, o “Bonsuça” empatou. Estava feia a coisa.  A galera da arquibancada já estava indo embora, aos 40 minutos do segundo tempo, quando o “Batuta” Silva, que havia aberto o placar, marcou o gol da vitória. Era o início do fim do tabu, avisado por: Andrada; Fidélis, Moacir, Joel Santana e Batista; Alcir e Buglê (Willi); Luis Carlos Lemos (Jaílson), Silva, Valfrido e Gílson Nunes foi o time.

VASCO 4 X 2 IPATINGA-MG - Em um sábado 28 de junho, em São Januário, o Vasco disputou o seu primeiro jogo contra o mineiro Ipatinga. E o venceu, pro 4 x 2, valendo pela fase única do Campenato Brasileiro-2008. Ao abrir o placar, aos três minutos, Alex Teixeira entrou para o time dos mais rápidos “Matadores da Colina” . E fez mais um, aos 11 minutos – Jean, aos 36, e Leandro Amaral, aos 41, resolveram a parda logo no primeiro tempo da partida iniciadas às 18h30. O treinador Antônio Lopes escalou: Tiago (Roberto); Rodrigo Antônio, Vílson, Eduardo Luiz e Wagner Diniz; Jonílson, Morais e Madson (Pablo); Alex Teixeira (Beto Cachaça), Jean e  Leandro Amaral.   



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário