Vasco

Vasco

quarta-feira, 24 de julho de 2013

CORREIO DA COLINA - FÁBIO

“Este Fábio, goleiro do Cruzeiro, é o mesmo que começou no Vasco? José Alves Oliveira da Silva, de Samambaia-DF.
 Prezado Zé Alves! O mesmo ele é, só que não começou muito no Vasco, não!  
Fábio Deivson Maciel, nascido em 30 de setembro de 1980, na cidade de Nobres, em Mato Grosso, começou a agarrar bolas em 1997, pelo time do União Bandeirante, do Paraná, pelo qual fez23 jogos. No ano seguinte, foi para o Atlético Paranaense e atuou em 16 partidas. De 1999 a 2000, tentou o Cruzeiro, mas conseguiu fazer quatro jogos. Foi então que pintou no Vasco. Em São Januário, teve a chance de ser titular, quando Elton saiu, em 2002. Ficou de 2000 a 2004, tendo feito 150 partidas e sofrido 195 bolas na rede. Por desacordo salarial, em 2005, voltou ao Cruzeiro, trocado pelo atacante Alex Dias. Antes, com o vascaíno, chegou à Seleção Brasileira. Por sinal, aquilo levou o Vasco  a promovê-lo, por meio de uma camisa dourada, listrada de preto, vendida com a sua assinatura.
  Campeão brasileirfo, pelo VAsco, em 2000, Fábio, planeja bater o recorde, em 2015, de atleta que mais jogou pela “Raposa”. Talvez, não deixará de ter parte vascaína nisso, pois levou para a “Toca da Raposa” um trabalho que lhe abriu grande futuro e experiência. Hoje, ele tem 503 jogos pelo clube mineiro, estando atrás de atingir 634, a maior marca, conquistada pelo apoiador Zé Carlos, nas décadas-1960/70. Se disputar 70 jogos nesta temporada, poderá passar o meia-atacante Dirceu Lopes (610), no começo de 2014. Por ora, o ex-vascaíno Fábio já é o segundo camisa 1 que mais defendeu o Cruzeiro. Raul, o goleiro da camisa amarela, é o primeiro, com 557 atuações. (foto reproduzida de www.mercadolivre.com.br
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário