Vasco

Vasco

sexta-feira, 10 de março de 2017

HISTORI&LENDAS DA COLINA - PRIMEIRO

1- Primeiro clube carioca a excursionar à Europa; primeiro carioca campeão brasileiro; primeiro brasileiro a conquistar um título no exterior; primeiro campeão mundial de futebol de areia; primeiro a ter um capitão erguendo a Taça Jules Rimet e primeiro a ter um grande estádio de futebol. Isso é o Vasco da Gama.

Foto da década-1940, quando o Vasco montou a equipe do primeiro título brasileiro no exterior
2 -  O Vasco foi, também, o primeiro clube brasileiro a vencer uma disputa internacional no país, o Torneio Luiz Aranha, em 14 de janeiro de 1940. Na época, o futebol argentino era o melhor da América do Sul, e mandou o San Lorenzo e o Independiente, que se juntaram a Flamengo e Botafogo, para a promoção, em São Januário. Foi um “festival de bola”, nos moldes dos Torneios Inícios cariocas, com todos os jogos em uma mesma tarde. Até então as competições internacionais eram entre países, ou em um só jogo de clubes, com o vencedor levando um troféu.

3 - O duelo entre brasileiros e argentinos foi em um domingo, na presença de, aproximadamente, 10 mil torcedores, que deixaram nas bilheterias do estádio uma arrecadação passando dos 24 contos de réis (a moeda da época). Botafogo e San Lorenzo abriram a festa, com 0 x 0. Os “hermanos” classificaram-se por sorteio, pois as decisões de então eram por escanteios, e nenhum os havia concedido. De sua parte, o Vasco venceu o bicampeão argentino Independiente, por 1 x 0, com gol de Orlando Fantoni, aos três minutos. No jogo seguinte, San Lorenzoo 0 x 0 Flamengo. Houve prorrogação e o visitante venceu, por um escanteio ao seu favor.

4 - Vasco 1 x 0 Independiente foi apitado pelo argentino Eduardo Fortes e a rapaziada foi: Nascimento, Jaú e Florindo; Figliola, Zarzur e Argemiro; Lindo, Fantoni, Villadoniga, Nino e Orlando. O Independiente teve: Bello, Languinetti e Lecea; Fuentes, Leguizamón e Martinez; Villarino, Coll, Erico, Sastre e Zorrilla. 

5 - Vasco 0 x 0 San Lorenzo, com Vasco 1 x 0 em escanteios, teve arbitragem do brasileiro Mario Vianna em dois tempos de 30 minutos. Na prorrogação, Orlando Rosa Pinto (tio de Jair Rosa Pinto, futuro craque cruzmaltino) faz grande jogada, no segundo tempo, e Zubieta cedeu o escanteio que valeu o título. Antes, os dois times estavam igualados em dois “tiros esquinados", para cada lado. O Vasco contou com: Nascimento, Jaú e Florindo; Figliola, Zarzur e Argemiro; Lindo, Fantoni, Villadoniga (Luna, no tempo normal), Nino e Orlando. O San Lorenzo foi: Herrera, Terzolo e González; Zubieta, Farias e Morales; Fattone, Ballesteros, Langara, Botini e Nunes.  OBS: o homenageado Luiz Aranha fora presidente da Confederação Brasileira de Desportos, entre 1936 e 1943, era irmão de Cyro Aranha, que presidiria o Vasco de 1942 a 1944, de 1946 a 1948 e de 1952 a 1954O
 
6 - O primeiro gol na elite do futebol carioca foi anotado pelo atacante Torterolli, em 15 de abri de 1923, na estreia no Campeonato Carioca da Liga Metropolitana de Desportos Terrestres, no empate, por 1 x 1, com o Andarahy. O Vasco foi o campeão, com 11 vitórias, dois empates e uma derrota. Marcou 32 e sofreu 19 gols. Treinado por Ramón Platero, o time-base era: Nelson, Leitão e Mingote (Claudio); Nicolino, Bolão e Arthur; Paschoal, Torterolli, Arlindo, Ceci e Negrito.

 7 - Primeiro vascaíno na Seleção Brasileira? O Vasco não teve primeiro, mas três atletas convocados, simultaneamente, para o escrete nacional: o goleiro Nélson Conceição e os atacantes Torteroli e Paschoal. Eles foram relacionados para o Campeonato Sul-Americano-1923, disputado no Uruguai. Esquisito foi que Ceci, o principal “matador” do time campeão, com oito gols durante a campanha, não mereceu a convocação.
 
8 - Há uma história vascaína envolvendo Nélson, Torteroli e Paschoal. Em 30 de março de 1924, a Associação Metropolitana de Esportes Athléticos excluiu 12 jogadores vascaínos, por serem negros, mulatos, de famílias humildes ou acusados de não terem empregos. Os três escaparam por trabalharem. Pascoal era vendedor de uma fábrica de móveis da rua Senador Eusébio, enquanto Torterolli trabalhavam na Singer. O Vasco não acatou a ordem da Associação, respondendo em 7 de abril, e desligou-se dela.
 
9- A primeira decisão da qual o Vasco participou  foi do Campeonato Carioca-1929, quando estava na Segunda Divisão. Por terminar igualado ao Helênico a Athlético Clube, teve de sair para uma decisiva. E mandou 4 x 2. Exultantes, os dirigentes mandaram fazer medalhas de ouro 18 quilates para presentear os campeões: Miguel Cavalier, Ernani Van Erven, Carlos Pinto da Silva, Antônio Borges, Eudino Wubert, Djalma Alves de Sousa, Aquiles Pederneiras, Torteroli, Carlos Gomes Faria, Adão Antônio Brandão e Alfredo Godoy.

Nenhum comentário:

Postar um comentário