Vasco

Vasco

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

CALENDÁRIO DA COLINA - 17 DE FEVEREIRO

A data de 17 de fevereiro marca caneco nas prateleiras da Colina. A "Turma da Colina", em 1973, conquistou o Torneio Erasmo Martins Pedro, empatando, por 0 x 0, com o América-RJ, em jogo disputado em um sábado, em São Januário. A competição teve, ainda Botafogo e Flamengo, com a rapaziada chegado à final vencendo o Flamengo, por 1 x 0, em 10 de fevereiro, por 1 x 0, com gol de Tostão, aos 34 minutos do segundo tempo, também em São Januário.
No 0 x 0, com o "Diabo", o jogo foi apitado por José Marçal Filho, assistido por 2.252 pagantes e o O Vasco jogou com: Andrada; Paulo César, Miguel, Moisés e Pedrinho; Alcir e Zanata; Jorginho Carvoeiro (Luis Carlos, Roberto Dinamite (Luis Fumanchu), Tostão e Dé.
EX-FLUMINENSES - O Vasco rapaziada bateu dois times que, até a década-1970, eram do estado fluminense, o antigo Rio de Janeiro: 3 x 1 Cabofriense e  3 x 0 Americano.
Vasco 3 x 1 Cabofriense rolou em uma tarde de sábado, pela  quinta rodada da Taça Guanabara, em São Januário, testemunhado por 1.500 presentes. Carlos Manoel Calheiros apitou e Juninho Paulista, de bicicleta, complementando cruzamento de Clébson, abriu o placar, aos 39 minutos do primeiro tempo. No segundo, Romário fechou a conta, aos 17 e aos 23. Emocionante!
O Vasco foi mandado a campo, pelo treinador Joel Santana, com esta turma: Hélton, Clébson (Maricá), Geder, Alexandre Torres e Jorginho Paulista; Henrique (Léo), Nasa, Juninho Paulista e Pedrinho; Romário e Euller (Viola). Técnico: Joel Santana.
A vitória valeu a classificação às semifinais da Taça GB e teve um detalhe: Romário perdeu dois pênaltis, pela primeira vez: aos 14, sofrido por ele mesmo (o goleiro defendeu e a bola ainda bateu na trave) e aos 37 minutos do 1º tempo. Neste, Euller foi derrubado dentro da área, o “Baixinho” cobrou e o goleiro, novamente, defendeu. Mas emplacou o terceiro cobrado. Aos 17 minutos do 2º tempo, Euller voltou a sofrer um pênalti, que o astro não perdoou. Fora o seu primeiro gol na disputa. Com aquelas duas bolas no filó, Romário chegou aos 71 gols, em 71 jogos, desde que trocara o Flamengo pelo Vasco, em dezembro de 1999 (sem contar os jogos pela Seleção Brasileira).
 VASCO 3 x 0 AMERICANO, no 17 de fevereiro de 2002, em tarde domingueira, em São Januário, valeu pela sexta rodada do Torneio Rio-São Paulo. Edílson Soares da Silva (SP) apitou e Romário, aos 14 minutos do primeiro tempo e aos 42 do segundo, além de André Silva, aos 3 da etapa final, marcaram. Evaristo de Macedo treinava o Vasco, que alinhou: Hélton; Leonardo Moura, Géder, João Carlos e André Silva (Alex Oliveira); Bóvio, Rodrigo Souto, Léo Lima (Souza) e Felipe (Fabão); Ely Thadeu e Romáriode André Silva, aos 3 da etapa final, marcaram. Evaristo de Macedo treinava o Vasco, que foi: Hélton; Leonardo Moura, Géder, João Carlos e André Silva (Alex Oliveira); Bóvio, Rodrigo Souto, Léo Lima (Souza) e Felipe (Fabão); Ely Thadeu e Romário.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário