Vasco

Vasco

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

CALENDÁRIO DA COLINA - 13 DE FEVEREIRO

Em 13 de fevereiro de 1988, o município de Petrópolis-RJ, ficou debaixo de uma torneira furada do Céu. Situação de calamidade pública. São Pedro só não foi demitido por que, malandro, armou um amistoso lá em cima da serra, pra morder uma graninha em benefício dos flagelados. Reconhecendo o esforço do seu assessor, para reparar a bola foras, o Jota Cristo botou aquela na conta dele e o perdoou pelo descalabro administrativo. Só quem deu perdão (aos caras da terra) foi um baixinho invocado, um tal de Romário. 
Na época rolava um tremendo sabadão de Carnaval. Doutor em bola e em folia, Romário de Souza Faria botou o bloco na rua, isto é, nas redes dos munícipes, pipocando as malhas por três sambinhas mal dançados pela defesa petropolitana. Pois é! Se o anfitrião era ruim de samba e pelota no pé, o problema era dele e do empresário da pesca São Pedro (nos tempos bíblicos).
O certo foi que até o futuro presidente da Câmara Legislativa da capital do Espírito Santo, o capixaba Geovane, que  nem era muito de fazer crueldades com os goleiros, administrou, muito bem, a contagem. Aproveitou a animação da charanga cruzmaltina e tocou mais três marchinhas no barbante. Pra manter a banda no tom, Lira não desafinou. Também foi visitar o filó. E animou Fernando, Willian, Vivinho e Bismarck a entrarem no seu compasso. Temporal de gols. E, assim, conta-se a história de como a "Turma da Colina" evitou que o glorioso São Pedro, porteiro (sem concurso público, do Céu) perdesse o emprego lhe arrumado pelo chapinha Jota Cristo.
Acácio (Paulo César); Cocada, Fernando, Célio Silva e Mazinho (Lira); Zé do Carmo, Geovane e Dirceu (Willian); Mauricinho, Romário (Vivinho) e Bismarck (Josenílton) seguraram as pontas, para o santo, sob o apito de Jorge Emiliano dos Santos.

URUBU AMASSADO -  Pra vascaíno, pra valer mesmo, o que conta nos 13 de fevereiro foram os 2 x 1 sobre o maior rival, o Flamengo, em 1977, mesmo amistosamente – em uma tarde de domingo, no Maracanã.
Naquele dia, com tempo seco, Ramon Pernambucano nordestinou bola na rede, aos 74 minutos. Unzinho depois, o paranaense Dirceu Guimarães completou o serviço, apitado por Roberto Coelho e conferido por 25.019 almas.
Comandado por Orlando Fantoni, o Vasco do dia teve: Mazaropi; Orlando "Lelé", Abel Braga, Geraldo e Gílson Paulino (Luís Augusto); Zé Mário, Zanatta e Dirceu; Luís Fumanchu (Helinho), Ramon e João Paulo (Wilsinho). 
Na temporada-1977, de cinco pugnas roladas, o Vasco bateu o grande rival em duas  e empatou outas duas, todas por 0 x 0. E, com menor peso, a data teve, ainda, Vasco 2 x 0 Olaria, em 1997,m e Vaco 1 x 0 Itabanana-SE, o que significa que a rapaziada não fez mais do que cumprir a sua obrigação. Confere?



Nenhum comentário:

Postar um comentário