Vasco

Vasco

terça-feira, 10 de novembro de 2015

ROBERTO DINAMITE - 500 GOLS

Quarta-feira, 10 de novembro de 1982. Em São Januário, 3.491 pagantes aguardavam o apito de Pedro Carlos Bregalda, para o início do jogo Vasco x Volta Redonda, pelo returno do Estadual-RJ. 
Até os 30 minutos do primeiro tempo, a parada andava duríssima. Até que Roberto foi derrubado, na entrada da área (por Luís Carlos), ajeitou a bola e bateu a falta (foto) endereçando a bola para o ângulo esquerdo do arco defendido por Leite. Era o gol número 500 do maior ídolo da torcida cruzmaltina.
Assim que a bola bateu na rede e o juiz apontou para o centro do gramado, a garotada invadiu o campo. Um bolo gigante fazia parte do cardápio. Os companheiros do Dinamite se juntaram para aplaudir o feito, supercomemorado pela torcida. E nem se ligou, depois, para o empate do "Voltaço" – Luís Alberto, aos 23 minutos do segundo tempo.  A noite era de festa.
 Treinado por Antônio Lopes, o Vasco do Dinamite-500 foi: Mazaropi; Rosemiro, Nei, Ivan e Pedrinho; Serginho, Dudu e Geovani (Marquinho); Pedrinho Gaúcho, Roberto Dinamite e Palhinha (Ernâni).  O Volta Redonda, do técnico Jorge Vitório, teve: Leite; Paulo Verdun, Renato, Luís Cláudio e Ném; Léo Faride, Moreno e Paulo Moretti (Amarildo); Luís Alberto, Eli Mendes e Sivaldo.

 IMPIEDADES – Roberto iniciou a carreira de “matador” em 1970, marcando 10 gols. Dali até o “quinhentão” foram: 16, em 1971; 10, em 1972; 10, em 1973, como juvenil (foto). Na era profissional, estava assim a marca do artilheiro, até 31 de outubro de 1882, pouco antes do “cinco-zero-zero: 1972 (3); 1973 (26); 1974  (39); 1975 (49); 1976 ( 40); 1977 (44); 1978 (44); 1979 (54); 1980 (35); 1981 (61); 1982 (33). Na contagem, inclui-se 22 pela Seleção Brasileira e três pelo espanhol  Barcelona.  
VÍTIMAS DO MATADOR – Ao longo da carreira, Roberto dinamitou as redes destes adversários: Fluminense 43 vezes; América 30; Botafogo 28; Americano 27; Bangu 27; Flamengo 27; Goytacaz 22; Portuguesa 22; Bonsucesso 19; Campo Grande 18; Olaria 14; São Cristóvão 14; Madureira 12; Internacional 11; Corinthians 10; Volta Redonda 10; Operário 8; Vitória 8; Santos 7; Grêmio 7 e Goiânia 7.

 (Foto reproduzida da coleção da Associação Brasiliense de Cronistas Desportivos).

Nenhum comentário:

Postar um comentário